Bolsonaro: ‘Barroso não quer mais transparência nas eleições’

'Por que o Japão não adota o voto eletrônico?', questionou o presidente ao defender o voto 'impresso'
-Publicidade-
Jair Bolsonaro criticou o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso
Jair Bolsonaro criticou o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso | Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender nesta quarta-feira, 7, em entrevista à Rádio Guaíba, o voto “impresso” nas eleições de 2022. Ele fez críticas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e reiterou ter indícios de que houve fraude no pleito presidencial de 2014, vencido pela petista Dilma Rousseff.

“O Parlamento brasileiro negociou com liderança partidária para que o voto ‘impresso’ não fosse votado. Para quê? Para fraude. O Brasil é o país que desponta no tocante à informatização. Por que o Japão não adota o voto eletrônico? Por que os Estados Unidos fazem o mesmo? Por que o [Luís Roberto] Barroso [presidente do TSE] não quer mais transparência nas eleições? Porque tem interesse pessoal”, afirmou Bolsonaro.

Leia mais: “Relator afirma que voto ‘impresso’ é ‘aprimoramento das instituições’”

-Publicidade-

O presidente, que deve ser candidato à reeleição no ano que vem, disse que ficou “comprovado” que houve irregularidades no processo eleitoral de 2014. “Nosso levantamento, feito por gente que entende do assunto, garante que sim. Não sou técnico de informática, mas foi comprovada fraude em 2014.”

Leia também: “Presidente da comissão do voto ‘impresso’ afirma que tendência é de não aprovação”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Os caras soltaram o sem dedo em uma manobra totalmente arbitraria,com uma canetada passando por cima da investigação da PF, de vários promotores,provas, juizes, delações e instancias , inverteram o entendimento da prisão em segunda instancia beneficiando alem dele vários e vários bandidos, livraram o cara de todas as acusações para torna lo elegivel novamente, tudo isto feito por um sinédrio parcial pois os que fizeram isto foi colocado por ele lá kkkk e querem nos enganar dizendo que não haverá golpe, já teve.
    o resultado das eleições já esta pronto é só divulgar no domingo a noite.

  2. A questão é simples: o voto é secreto, mas a apuração não deve sê-lo. Isso fere princípios basilares da Democracia, tais como o da Transparência e Publicidade. O que se propõe é um meio termo. A contagem de votos continuará sendo eletrônica, mas havendo alguma irregularidade, o eleitor poderá comprovar no ato de votar e, além disso, os partidos, mediante relatório de urna, poderão sim solicitar contagem manual, limpa, transparente e fidedigna. Além disso, é a VONTADE DO POVO!

  3. Já existe proposta ALTERNATIVA ao Voto Impresso que garante 95% de confiança ao resultado das eleições, com 1% de margem de erro e com custos mínimos, se forem adotados os procedimentos sugeridos nesse vídeo do Canal OBTJ -> https://www.youtube.com/watch?v=ebVV0EldkOY. Nada mais é que um teste de integridade em tempo real a ser realizado no dia das eleições em apenas 2% das urnas. Valeria muito a pena divulgar essa ideia. OUTRA VANTAGEM, não depende de Emenda Constitucional para ser aprovada, só de Lei.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site