Brasil atinge dezena de recordes na produção de energia renovável

Pela primeira vez, força gerada pelos ventos foi capaz de abastecer 102% da Região Nordeste durante 24 horas
-Publicidade-
Energia eólica representa 10,9% da matriz elétrica brasileira | Foto: Carolina Henríquez/Flickr
Energia eólica representa 10,9% da matriz elétrica brasileira | Foto: Carolina Henríquez/Flickr

O Brasil bateu dez recordes de produção de energia de fontes renováveis na Região Nordeste no último mês. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, 9, pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Foram quatro recordes de geração eólica média e quatro de geração instantânea, além de dois recordes de energia solar.

Leia mais: “Termoelétricas de biomassa podem fazer ofertas adicionais de energia”

O Ministério de Minas e Energia destacou o índice registrado em 22 de julho, quando, pela primeira vez, a força gerada pelos ventos foi capaz de abastecer 102% da Região Nordeste durante 24 horas. Só naquele dia foram produzidos mais de 11 mil megawatts médios de energia eólica. De acordo com o ONS, esse tipo de energia hoje representa 10,9% da matriz elétrica brasileira, e a expectativa é que chegue a 13,6% ao fim de 2025.

-Publicidade-

Leia também: “Energia: Celg Transmissão será privatizada em outubro”

Já em 30 de julho, foi registrado o novo recorde de geração de energia solar, com o acúmulo de 682 megawatts médios em apenas 24 horas. Essa quantidade corresponde a 5,8% da demanda da Região Nordeste. Atualmente, a energia solar representa 2% da matriz nacional, com expectativa de atingir 2,9% até o fim deste ano.

Com informações da Agência Brasil

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro