Brasil e Japão celebram acordo para ampliar fiscalização na Amazônia

Parceria deve se estender por cinco anos e trará US$ 5 milhões em investimentos
-Publicidade-
Parceria prevê uso de imagens satélites e inteligência artificial para monitorar o bioma
Parceria prevê uso de imagens satélites e inteligência artificial para monitorar o bioma | Foto: Mario Oliveira/Ministério do Turismo

Na terça-feira 21, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Agência Internacional de Cooperação do Japão celebraram um acordo para aprimorar o monitoramento da Amazônia. Por meio da parceria, áreas da região serão fiscalizadas com ferramentas que integram inteligência artificial ao uso de imagens de alta resolução feitas por satélites japoneses. O acordo tem previsão de se estender por cinco anos e movimentará US$ 5 milhões em investimentos da instituição do país asiático no Brasil.

Leia também: “Ministério da Defesa inaugura antena para monitorar o desmatamento na Amazônia”

“Nós temos um desafio, que é o de trazer inovação aos sistemas de controle e monitoramento dos crimes ambientais, especialmente na Amazônia”, comentou o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite. “Com essa parceria com o Japão, vamos ter mais precisão na fiscalização e nas operações que acontecem no território.” O presidente substituto do Ibama, Jônatas Trindade, disse que a ação pretender ampliar a atuação no bioma de “forma eficiente e rápida”.

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.