Brasil garante 20 medalhas e supera recorde da Olimpíada do Rio

Delegação do país tem seu melhor desempenho na história dos Jogos
-Publicidade-
Rebeca Andrade, estrela do Brasil nos Jogos, conquistou medalhas de ouro e prata na ginástica
Rebeca Andrade, estrela do Brasil nos Jogos, conquistou medalhas de ouro e prata na ginástica | Foto: Ricardo Bufolin/ Panamerica Press/ CBG

A delegação brasileira nos Jogos Olímpicos de Tóquio assegurou nesta sexta-feira, 6, o maior número de medalhas já conquistadas em uma única edição do evento esportivo. Com a vitória da seleção feminina de vôlei sobre a Coreia do Sul na semifinal — que garantiu o time na disputa do ouro contra os Estados Unidos —, o Brasil já tem garantidas pelo menos 20 medalhas olímpicas em Tóquio.

O desempenho dos atletas brasileiros supera o recorde estabelecido até então: 19 medalhas na Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro. Até o momento, o Brasil subiu 16 vezes ao pódio no Japão, com quatro medalhas de ouro, quatro de prata e oito de bronze. Só falta definir quais serão as outras quatro medalhas já garantidas.

Leia mais: “Tempestade tropical pode atingir Tóquio no dia do encerramento dos Jogos”

-Publicidade-

As quatro disputas finais envolvem Hebert Conceição e Bia Ferreira, no boxe, além da seleção masculina de futebol e da seleção feminina de vôlei, que brigarão pelo ouro. Para completar, o Brasil ainda pode trazer medalhas no vôlei masculino (que disputará o bronze), na canoagem (com Isaquias Queiroz, um dos favoritos ao pódio na categoria C1 1000) e na final do hipismo por equipes (no salto).

Leia também: “‘Potencial violação’ da regra antidoping tira brasileira da Olimpíada”

VEJA AS MEDALHAS CONQUISTADAS PELO BRASIL

Ouro
Ítalo Ferreira (surfe)
Rebeca Andrade (salto sobre a mesa)
Martine Grael/Kahena Kunze (vela classe 49er FX)
Ana Marcela Cunha (maratona aquática)

Prata
Kelvin Hoefler (skate street)
Rebeca Andrade (ginástica individual geral)
Rayssa Leal (skate street)
Pedro Barros (skate park)

Bronze
Alison dos Santos (400m com barreiras)
Thiago Braz (salto com vara)
Abner Teixeira (boxe até 91kg)
Mayra Aguiar (judô)
Daniel Cargnin (judô)
Bruno Fratus (natação 50m livre)
Fernando Scheffer (natação 200m livre)
Luisa Stefani e Laura Pigossi (tênis)

A definir
Vôlei feminino (ouro ou prata)
Futebol masculino (ouro ou prata)
Beatriz Ferreira, do boxe (ouro ou prata)
Hebert Conceição, do boxe (ouro ou prata)

Medalhas ainda possíveis
Vôlei masculino (bronze)
Hipismo por equipes (final do salto)
Isaquias Queiroz, da canoagem de velocidade C1 1000

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

  1. Infelizmente ao ver a delegação lacradora do Brasil na abertura dos jogos perdi toda a vontade de acompanhar essa olimpíada, apesar de sempre ter assistido.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro