Brasil Paralelo lança documentário A Fantástica Fábrica da Sanidade

Longa-metragem trata da pandemia que não está estampada nas manchetes dos jornais: a depressão
-Publicidade-
<i>A Fantástica Fábrica da Sanidade</i> está no ar desde segunda-feira 23 | Foto: Divulgação/Brasil Paralelo
A Fantástica Fábrica da Sanidade está no ar desde segunda-feira 23 | Foto: Divulgação/Brasil Paralelo

A produtora Brasil Paralelo lançou, na segunda-feira 23, o documentário A Fantástica Fábrica da Sanidade. O longa-metragem trata de uma pandemia que não está estampada nas manchetes dos jornais: a depressão, doença que afeta mais de 300 milhões de pessoas em todo o mundo.

Mas não para aí. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 700 mil pessoas morrem de depressão todos os anos. Em 2030, a doença será a maior causa de mortes entre todos os problemas de saúde.

-Publicidade-

Por isso, a Brasil Paralelo reuniu alguns dos maiores especialistas em saúde mental da atualidade. A lista reúne psicólogos, psicanalistas, professores de filosofia e jornalistas, como Irving Kirsch, Lou Marinoff, Natalia Sulman, Ricardo Ventura, Robert Whitaker e Sidney Silveira.

A Fantástica Fábrica da Sanidade, lançado no mês dedicado à saúde mental, investiga a fundo os interesses da indústria farmacêutica, os transtornos mentais e a banalização do uso de remédios.

O documentário é dirigido por Lucas Araújo, que também compôs o roteiro, com Juan Montaño. A produção é de Vinicius Del Duque; a mixagem e a finalização sonora, de Felipe Debiasio; a edição, de Eduardo Gonçalves e Edson Joel Junior; a direção de arte gráfica, de Asaph Hiroto e Renato Sideris; a direção de arte, de Virginia Recco; a direção de fotografia, de Fabio Freitas; e a direção sonora, de Ian Murray.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Não assisti esse documentário. Eu sofro de depressão há muitos anos e faço tratamento psiquiátrico à base de medicamentos controlados. A perseguição da Esquerda em cima do Presidente Bolsonaro, desde o início do governo dele, principalmente, quando a pandemia de Covid 19 assolou o Brasil, com aquela política insana do fica em casa, só piorou o número de pessoas com depressão. Felizmente, o Presidente Bolsonaro, contra a Esquerda, Lula e etc., continuou a governar competentemente o país e obtivemos o controle da doença com números muito positivos na economia. Inclusive, o Presidente Bolsonaro fez pelo Brasil, em 02 (dois) anos, o que o PT não fez em 14 (catorze) anos.

    1. Quando a gente acha q já viu idiota ,surge alguns aí falando em boa gestão ,kkkk vacinas chegando com atraso visando superfaturamento ,colocar um general como ministro da saúde é governar competentemente kkkk vc só pode ser retardado ,outros países colocaram infectologista,médicos já aqui kkkk sem falar um presidente disseminando mentiras aliás vc lembra a associação a AIDS em ???? Vc só pode ser retardado como já disse

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.