Butantan recebe matéria-prima para 7 milhões de doses da CoronaVac

Vacinas serão destinadas ao Programa Nacional de Imunizações
-Publicidade-
A CoronaVac é produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac
A CoronaVac é produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac | Foto: Mister Shadow/ASI/Estadão Conteúdo

O Instituto Butantan recebeu na noite de ontem, quarta-feira 18, um lote de 4 mil litros de insumo farmacêutico ativo (IFA). A matéria-prima vai viabilizar a produção de 7 milhões de doses da vacina CoronaVac, destinadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI).

O voo da companhia aérea Turkish Airlines saiu de Pequim, na China, fez escala em Istambul, na Turquia, e pousou no Aeroporto de Guarulhos, região metropolitana de São Paulo, às 21 horas.

A matéria-prima, enviada pela farmacêutica chinesa Sinovac, passará pelos processos de envase, rotulagem, embalagem e controle de qualidade antes de ser disponibilizada para a população, por meio do Ministério da Saúde.

-Publicidade-

O Butantan disponibilizou 74,8 milhões de doses ao Ministério da Saúde desde 17 de janeiro de 2021, quando o uso emergencial do imunizante foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Leia também: “Precisamos falar sobre a CoronaVac”, reportagem de Paula Leal publicada na Edição 67 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro