Claro e John Deere levarão conectividade sob demanda para o campo brasileiro

Atualmente, a empresa de telecomunicações cobre 85 milhões de hectares no interior do país
-Publicidade-

Atualmente, a empresa de telecomunicações cobre 85 milhões de hectares no interior do país

A conectividade é um desafio no interior do Brasil, segundo o CEO da Claro, José Felix | Foto: Reprodução/Flickr
-Publicidade-

A Claro e a fabricante de máquinas agrícolas John Deere firmaram uma parceria para expandir a conectividade no campo para mais 15 milhões de hectares em 2021. Isso será feito por meio da instalação de torres da empresa de telecomunicações em fazendas cujos agricultores se comprometam a assinar um plano da operadora que custará R$ 20 por hectare conectado. Na prática, é um modelo de cobertura sob demanda para o agronegócio brasileiro. Todo o investimento em infraestrutura ficará a cargo da Claro.

A venda acontecerá por meio dos concessionários da John Deere a partir de 15 de janeiro de 2021. Uma empresa chamada Sol será responsável pela visita técnica à propriedade agrícola para medir a área de cobertura e fazer seu mapeamento georreferenciado para a instalação da ERB pela Claro. O projeto não se trata de redes privadas 4G, mas de rede pública da Claro, acessível por qualquer pessoa com um dispositivo com um plano da operadora.

Leia também: “Agronegócio brasileiro deve exportar US$ 100 bi em 2020”

“A conectividade é um desafio no interior do Brasil. A Claro tem o compromisso de expandir o sinal no campo”, disse o CEO da operadora, José Felix, durante coletiva de imprensa de anúncio da parceria, na quarta-feira 16.

Atualmente, a Claro cobre 85 milhões de hectares no interior do país, incluindo nestes números estradas e outras áreas não produtivas. Os 15 milhões de hectares previstos para 2021 serão exclusivamente de áreas produtivas.

A instalação de cada nova torre depende da aprovação de órgãos competentes.

Com informações do Mobile Time

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site