As quatro palavras-chave da contrainteligência

O comandante Luís Fernando Baptistella explica como funciona o sistema de inteligência e contrainteligência do Estado brasileiro
-Publicidade-
Luís Fernando Baptistella (Foto: reprodução YouTube)
Luís Fernando Baptistella (Foto: reprodução YouTube)

Em entrevista ao OesteCast, o comandante Luís Fernando Baptistella, ex-oficial da Marinha brasileira, analisou o trabalho de contrainteligência, sua especialidade. “A contrainteligência, numa definição clássica que a gente tem na nossa literatura, como a Abin e o Plano de Inteligência que o Brasil tem, aprovado por decreto presidencial, se destina a preservar os conhecimentos dentro do Estado brasileiro e de interesse da sociedade no que concerne a prevenir, obstruir, detectar e neutralizar”.

O comandante Baptistella hoje trabalha no setor privado como CEO da Bravus Consultoria. Assista ao episódio completo no canal da Oeste no YouTube.

-Publicidade-

Assine a Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.