Coordenador da Lava Jato em Curitiba morre aos 45 anos

Alessandro José Fernandes de Oliveira, sucessor de Deltan Dallagnol no comando da força-tarefa, não resistiu a complicações de um câncer
-Publicidade-
Alessandro José Fernandes de Oliveira não resistiu após complicações por um câncer
Alessandro José Fernandes de Oliveira não resistiu após complicações por um câncer | Foto: Reprodução/Redes Sociais

O coordenador da Lava Jato em Curitiba, Alessandro José Fernandes de Oliveira, morreu nesta quinta-feira, 20, aos 45 anos, vítima de câncer. A informação foi confirmada pelo Ministério Público Federal (MPF), que divulgou uma nota de pesar.

Como registramos mais cedo, o quadro clínico de Oliveira se agravou no fim de semana, quando teve de ser internado às pressas. Ele já estava afastado de suas funções havia alguns dias.

-Publicidade-

Leia mais: “Dallagnol afirma que Lava Jato ‘não acabou’, mas vê retrocesso no combate à corrupção”

O procurador assumiu o comando da força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) no Paraná em setembro de 2020, após a saída de Deltan Dallagnol.

Em nota, o MPF afirma que a morte de Oliveira “deixa um vazio como coordenador, mas muito mais como amigo, companheiro e exemplo de determinação, coragem e liderança”.

“Palavras são insuficientes para homenageá-lo. A maior dedicatória que podemos fazer à sua vida é seguir seu legado de destemor, convicção e dedicação ao órgão”, diz o texto.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comment

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site