-Publicidade-

Brasileiros responsabilizam a própria população pela crise sanitária em Manaus

Entre os cidadãos consultados, 48% acreditam que a situação na capital do Amazonas deve melhoras nas próximas semanas
Caos em Manaus:: situação da saúde na cidade movimentou o noticiário brasileiro | Foto: Divulgação/Simeam
Caos em Manaus:: situação da saúde na cidade movimentou o noticiário brasileiro | Foto: Divulgação/Simeam | pt x bolsonaro - manaus - saúde - oxigênio - caos em manaus
pt x bolsonaro - manaus - saúde - oxigênio - caos em manaus
Caos em Manaus:: situação da saúde na cidade movimentou o noticiário brasileiro | Foto: Divulgação/Simeam

Uma pesquisa de opinião feita pela Exame Research indicou que os brasileiros consideram a própria população da cidade como a maior responsável pela crise sanitária do coronavírus em Manaus. Os resultados foram publicados nesta sexta-feira, 22. Com 33% dos votos, a resposta “população em geral” apareceu em primeiro lugar. Na sequência, aparecem: o “governo do Amazonas” (26%), o “governo federal” (18%), a “prefeitura de Manaus” (6%) e os “empresários locais” (5%).

Entre os cidadãos consultados, 48% acreditam que a situação da capital do Amazonas deve melhorar nas próximas semanas. Outros 20% preveem uma piora, 18% projetam que tudo continuará como está e 14% preferiram não opinar

Maurício de Moura, fundador do IDEIA, instituto de pesquisa especializado em opinião pública, afirmou que os brasileiros estão divididos sobre a responsabilidade pela crise sanitária. “Um dado inédito da pesquisa aponta a divisão nacional sobre a responsabilidade da crise sanitária de Manaus”, avaliou. “O país se divide entre aqueles que culpam os governos e os que responsabilizam a própria população. Quanto maior a propensão a aprovar o presidente Jair Bolsonaro, maior a probabilidade de culpar a população pela tragédia de Manaus e vice-versa”.

Leia também: “Coronavírus: em Manaus, filhos de famílias influentes recebem nomeações na Saúde na semana da vacinação”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

    1. E cadê que os prefeitos e bereadores queiram aumentar os números na frequência dos ônibus .Para respeitar a lei municipal do numeros de passageiros. E reduzir a contaminação causadas por execesso de lotação.
      Eles receberam as campanhas das empresas , É SÓ por isso

    2. Esse Marco mora numa cidade demasiadamente maravilhosa. Eu nao ousaria chamar todo carioca de traficante e malandro. Nao seria justo. Injusta o é toda opiniao generalizante, para dizer o mínimo. Como amazonense, me nego a responder ao seu comentário com o mesmo grau de preconceito e irrespinsabilidade. Nao fosse assim, no Rio, onde todo mundo lava a mao e dar descarga nao estaria sofrendo com a Covid. Aliás, a situacao fluminense nao é muito melhor do que a manauara. Pra lá!!!

    3. O resultado desta pesqiisa não terá sido fruto duma imprensa militante que opta por informar fato como lhe convém fatos sem a devida isenção e criar narrativa de conveniência? A imprensa, de forma geral, faz tempo abandonou seu papel principal de mostrar fatos pra que cada um crie seus próprios conceitos e construa sua própria opiniao.

  1. E onde estão os 8,7 BILHÕES de reais que o estado recebeu? A POPULAÇÃO não fala nada? Será que não deu para comprar “meia dúzia” de camas e alugar um galpão?? Fraudemia!!!

    1. Concordo que a culpa é da população que não cobra os seus eleitos e muitas das vezes vota em algum candidato que promete a eleito dar um benefício ( cargo comissionado)
      Não votamos em ideias e sim em pessoas
      Onde está a população que não cobra o uso correto do dinheiro público?

  2. Todo mundo sabe que no Amazonas a hisroxicloroquina é usada há mais de meio século no combate à malária. E sabemos Tb que o medicamento inibe os danos do VÍRUS no início da contaminação. . ONDE FOI PARAR A HCL QUE EXISTIA EM MANAUS????

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês