-Publicidade-

Coronavírus: primeiro lote da vacina chinesa chega ao Brasil

Governador João Doria acompanhou a entrega no Aeroporto Internacional de Guarulhos
O governador de São Paulo, João Doria, promove a Coronavac, que teve seus testes suspensos pela Anvisa; voluntário morreu | Foto: Divulgação/GESP
O governador de São Paulo, João Doria, promove a Coronavac, que teve seus testes suspensos pela Anvisa; voluntário morreu | Foto: Divulgação/GESP | coronavac - joão doria - anvisa - evento adverso grave

Governador João Doria acompanhou a entrega no Aeroporto Internacional de Guarulhos

coronavac - joão doria - anvisa - evento adverso grave
O governador de São Paulo, João Doria, promove a Coronavac | Foto: Divulgação/GESP

As primeiras 120 mil doses da vacina CoronaVac chegaram ao Brasil nesta quinta-feira, 19. A carga foi importada da China, país de origem do laboratório Sinovac, empresa que a desenvolveu. O imunizante é testado no país em parceria com o governo do Estado de São Paulo, por meio do Instituto Butantan.

Leia também: Vacina da Oxford gera resposta imunológica em idosos

O governador João Doria (PSDB), o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchtey, e Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, acompanharam a chegada do lote no Aeroporto Internacional do Guarulhos, na Grande São Paulo.

Não perca “A verdade sobre a ‘vachina'”, publicada na edição 33 da Revista Oeste

Até o final de dezembro, o governo paulista deve receber 6 milhões de doses da CoronaVac, todas feitas na China. Outras 40 milhões de doses devem ser produzidas pelo Butantan a partir de janeiro, mês em que está prevista a entrega dos insumos chineses que compõem o medicamento.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês