-Publicidade-

Governo do Amazonas anuncia auxílio de R$ 600 para famílias pobres

O benefício será pago em três parcelas, cada uma de R$ 200
O governador do Amazonas, Wilson Lima, teve trabalho durante a pandemia de covid-19
O governador do Amazonas, Wilson Lima, teve trabalho durante a pandemia de covid-19 | Foto: Reprodução/Twitter

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), anunciou nesta quinta-feira, 28, o lançamento de um auxílio emergencial estadual para 100 mil famílias em situação de pobreza no Estado. O benefício será pago em três parcelas, cada uma de R$ 200. “A primeira parcela será paga no início de fevereiro, a segunda no fim de fevereiro e a terceira no mês de março. Esse cartão começa a ser distribuído a partir de segunda-feira, aqui em Manaus, e há todo um cronograma que foi projetado para o restante do Estado”, explicou o governador.

Em Manaus, um cartão com o valor da primeira parcela será entregue em domicílio por meio de técnicos da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) e do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) na segunda-feira, 1º. Segundo o governo, a entrega em domicílio visa a “evitar a exposição dos beneficiários a um risco maior de transmissão da covid-19. “Não é preciso ir no Centro de Referência de Assistência Social (Cras), no Centro de Convivência, no banco ou em qualquer outro lugar para ter acesso ao cartão. Ele será entregue de casa em casa, até para evitar essa questão das aglomerações”, disse Lima.

Leia também: “Ministério Público pede a prisão do prefeito de Manaus”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Embora parece uma boa coisa, permitir que as pessoas trabalhem é que resolve.
    Abrir a economia, não significa desprezar cuidados com a saúde. Fechamento só piora.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês