-Publicidade-

Governo do Rio de Janeiro comprou respiradores pelo dobro do preço

Governo do Rio de Janeiro comprou respiradores pelo dobro do preço
O governado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, fala durante cerimônia de posse do novo secretário de Estado de Polícia Civil, delegado Marcus Vinícius de Almeida Braga.
O governado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, fala durante cerimônia de posse do novo secretário de Estado de Polícia Civil, delegado Marcus Vinícius de Almeida Braga.

Wilson Witzel disse recentemente que havia falta de produtos médicos para combater o coronavírus no mercado, o que vinha elevando os preços

Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro

O Governo do Rio de Janeiro comprou respiradores por mais que o dobro do preço praticado no mercado, revelou uma reportagem da BandNewsFM. Em uma das negociações, foram adquiridos 300 ventiladores pulmonares da empresa A2A Comércio, pelo valor de R$ 198 mil cada. O valor de um respirador gira em torno de R$ 75 mil a unidade. Alguns modelos mais simples podem ser comprados por pouco menos de R$ 60 mil.

Segundo a reportagem, o governo também fechou um contrato com a OS Iabas no valor de R$ 835 milhões, para a implementação de 1.400 leitos em sete hospitais de campanha – o equivalente a R$ 99 mil cada. Já a prefeitura do Rio prevê um gasto de R$ 151 milhões para manter os 500 leitos do seu hospital de campanha no Riocentro. Ou seja, R$ 50 mil por unidade.

Pelo Twitter, Wilson Witzel disse recentemente que havia falta de produtos médicos para combater o coronavírus no mercado, o que vinha elevando os preços. “O respirador, que custava US$ 9.000, já flutua no mercado entre US$ 40.000 e US$ 60.000”, escreveu o governador.

A Secretaria de Estado de Saúde afirmou que abriu uma auditoria para verificar a variação de valores nos produtos.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 comentários

  1. Perguntar não ofende… vocês leram a reportagem com Andrew Cuomo, governador do esta de NY, reclamando sobre respiradores que ele comprava por $ 20.000 e agora pagava $ 50.000? Se a compra foi feita em janeiro de 2020, até acredito em superfaturamento, mas agora que Deus e o mundo querem?!

  2. Essa compra deve ter sido intermediada pelo famoso grupo empresarial Cabral & Pezão cujas comissões são de 50%. O RJ está totalmente falido, que pena!

  3. Cada estado tem seu tribunal de contas, e deputados e legisladores incumbidos de checar ações do EXECUTIVO regional. Não é não o executivo federal que pode ser fiscalizado. A população não tem o poder que algumas autoridades constituídas pra isso tem. O que podemos fazer é sendo revelado desvios iremos às ruas exigir cadeia para os corruptos e corruptores agravando com as mortes que vierem por conta desses desvios.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês