Duas escolas são alvos de ataques no Espírito Santo

Segundo a polícia, três pessoas morreram e nove estão feridas

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
Foto compartilhada nas redes sociais do momento do atendimento aos alunos
Foto compartilhada nas redes sociais do momento do atendimento aos alunos | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Duas escolas foram alvos de ataques, que deixaram ao menos três mortos e 11 feridos, em Aracruz, na região norte do Espírito Santo, nesta sexta-feira, 25. De acordo com as primeiras informações, dois homens — ainda não identificados — invadiram os locais.

Segundo a prefeitura do município, os disparos aconteceram na região da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Primo Bitti e no Centro Educacional Praia de Coqueiral, que fica na mesma rua.

O Secretário de Segurança Pública, Márcio Celante Weolffel, e o secretário Estadual de Educação, Vitor de Angelo, estão a caminho do município.

-Publicidade-

Em uma publicação no Twitter, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), disse que o caso se referia a uma invasão e que acompanhava a investigação.

“Com sentimento de pesar e muita tristeza, estou acompanhando de perto a apuração da invasão nas Escolas Primo Bitti e Darwin, em Aracruz. Todas as nossas forças de segurança estão empenhadas. Determinei o deslocamento dos secretários de Segurança e Educação para acompanhar os trabalhos”, escreveu.

Em comunicado à imprensa, a assessoria de Renato Casagrande informou que o governador vai retornar de São Paulo, onde se encontra para uma agenda nacional, e, em seguida, vai para Aracruz.

Atualizada em 25/11/2022, às 13h33

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

8 comentários Ver comentários

  1. Garoto que invadiu era filho de um tenente da polícia militar, provavelmente acabou com a vida do pai, que agora vai ser responsável pelos atos do psicopata de 17 anos.

  2. Você é louco, mal informado ou tem má fé mesmo. Como assim : qualquer um consegue armas ????????? Essa conversa fiada da esquerda desarmamentista de que ficou fácil comprar uma arma é totalmente fictícia. Para se tornar um CAC e poder comprar uma arma ou obter autorização da PF para poder ter uma de defesa em casa, são meses de espera, burocracia, teste psicológico, exame prático e teórico de tiro, etc…. E, todas as armas compradas legalmente ficam registradas nos sistemas SINARM (PF) ou SIGMA (Exercito). Agora o que é fácil (e não deve ser creditado ao Bolsonaro, pois é justamente ao contrário) é a bandidagem ter acesso a armas ilegais que são contrabandeadas pelo crime organizado. E, se o novo governo subir a rampa, isso só vai piorar, pois ai, só a bandidagem vai continuar igual… as pessoas corretas que quiserem se defender, não mais terão (mesmo que com toda a burocracia atual) acesso a poder adquirir uma arma no mercado formal.

  3. Não me estranharia ser encomenda do PT, pra ter uma desculpa para a revogação do decreto das armas para os cidadãos se defenderem deles!

    1. Você tem assistido muito da mídia desarmamentista. Devia se informar melhor sobre todo o processo de compra e controle de armas pelas pessoas de bem (e não os bandidos)… Já ouviu falar em CR, CRAF, GT, SIGMA, SINARM, SISCORP, etc ??? Com certeza não. Então, falar que está sem controle é uma mentira gigantesca.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.