Governo de MG decreta ‘lockdown’ em 60 cidades

Romeu Zema anunciou a “onda roxa”, faseamento mais grave do plano de retomada econômica para restringir a circulação de pessoas
-Publicidade-
O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, anunciou novas medidas restritivas
O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, anunciou novas medidas restritivas | Foto: Luidgi Carvalho/Futura Press/Estadão Conteúdo

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou nesta quarta-feira, 3, medidas mais restritivas de circulação, sob a justificativa de conter a pandemia de covid-19 no Estado. A criação da “onda roxa”, classificada pelo governo mineiro como a mais grave, permite apenas o funcionamento de serviços considerados essenciais, como prevê o lockdown. Sessenta cidades entraram no novo faseamento. A interrupção dos serviços não essenciais será realizada nas regiões Noroeste e Triângulo Norte, durante os próximos 15 dias. O plano mineiro de retomada da economia, chamado Minas Consciente, contemplava até então apenas três ondas: verde, amarela e vermelha. Nesta quarta-feira, passou a incluir a roxa, com base em uma piora das taxas de ocupação hospitalar e de óbitos por covid-19. Na fase roxa, as prefeituras não têm autonomia para decidir se aderem ou não ao plano estadual. A capital de Minas, Belo Horizonte, atualmente está na fase vermelha. O Estado tem hoje 73% de ocupação hospitalar por covid-19.

Leia também: “Doria põe São Paulo na fase vermelha a partir de sábado”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.