Governo de São Paulo vai contratar cerca de 3 mil professores

Vagas são temporárias e com salário de até R$ 7 mil
-Publicidade-
Garcia ao lado do novo secretário de Educação de SP, Alquéres | Foto: Governo de São Paulo
Garcia ao lado do novo secretário de Educação de SP, Alquéres | Foto: Governo de São Paulo

O governo de São Paulo vai contratar quase três mil professores para trabalho temporário pelo período de três anos. Os salários variam entre R$ 5 mil e R$ 7 mil. As inscrições estão abertas e não há informações de prazo de encerramento.

O anúncio foi feito na quinta-feira 9 pelo governador Rodrigo Garcia (PSDB) em cerimônia de posse do secretário de Educação, Hubert Alquéres.

“Hoje, São Paulo tem 204 mil professores em sala de aula, 10 mil a mais do que no ano passado, e iniciamos uma campanha de comunicação para convocar mais professores para a rede”, disse o novo titular da Educação. “São 1.700 profissionais com salário de R$ 7 mil e 1.200 com salário de R$ 5 mil, para 40 horas semanais.”

-Publicidade-

O governo paulista informou ainda que os interessados devem se cadastrar diretamente em uma das 91 Diretorias de Ensino de todo Estado.

Quem pode se candidatar:

• Portadores de diploma de Licenciatura Plena e Curta;
• Portadores de diploma de bacharelado ou Tecnólogo e alunos de curso superior que possuam 160 horas, nas áreas de Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas;
• Alunos de curso superior que possuam 160 horas, nas áreas de Linguagens, Matemática, Ciências da natureza, ou Ciências Humanas;
• Portador de curso de nível superior com certificação de especialização em deficiência intelectual, visual, e do transtorno de espectro autista;
• Interlocutores habilitados ou qualificados em LIBRAS no Ensino Fundamental e Médio.

Documentos Obrigatórios, de formação e escolaridade:

• RG e CPF, Título de Eleitor, Comprovante de Residência, PIS/PASEP.
• Diplomas do Curso de Graduação, para formados até 2020;
• Certificado de Conclusão de Curso, para formados após 2021;
• Histórico Escolar do Curso de Graduação;
• Estudantes = declaração da faculdade e histórico escolar parcial com data atualizada;
• Certificado de especialização na área de Educação especial (caso essa seja a área pretendida de atuação);
• Comprovação de habilitação ou qualificação em LIBRAS para atuação no Ensino Fundamental e Médio (caso essa seja a área pretendida de atuação).

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.