Governo trabalha pela privatização da Eletrobras

Para isso, ministro conversa com deputados e senadores
-Publicidade-
Governo articula-se para acelerar o processo de venda da estatal | Foto: Agência Brasil
Governo articula-se para acelerar o processo de venda da estatal | Foto: Agência Brasil | Eletrobras

Para isso, ministro conversa com deputados e senadores

eletrobras
Governo articula-se para acelerar o processo de venda da estatal | Foto: Agência Brasil
-Publicidade-

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, destacou na noite desta quinta-feira, 3, o fato de ele estar se movimentando politicamente há meses em prol da privatização da Eletrobras. Ao participar de live produzida pelo presidente Jair Bolsonaro, ele reforçou manter conversas com deputados federais e senadores desde o ano passado, quando o governo enviou projeto de lei para desestatizar a empresa voltada ao setor elétrico.

Leia mais: “Para ministro de Minas e Energia, não faz sentido o Brasil manter estatal de petróleo”

Segundo Albuquerque, as conversas com parlamentares têm sido proveitosas. Assim, o integrante do governo federal demonstra confiança na aprovação da proposta de privatização da Eletrobras em 2021. Isso porque congressistas têm mostrado interesse em avançar com o tema defendido pelo Executivo. “Essa operação é prioridade do governo”, afirmou. Dessa forma, o ministro demonstrou sintonia com o cronograma divulgado nesta semana pelo Ministério da Economia. No documento, as vendas de Correios e Eletrobras são esperadas para o próximo ano.

O integrante do governo federal pontuou que trabalha pela capitalização da Eletrobras. Explicou que essa ação trará benefícios para a população brasileira em geral, com maior “segurança energética” no país. “Vai virar uma grande empresa de energia, com participação de investidores”, observou Albuquerque.

Leia também: “De R$ 6 bi para R$12 bi: Eletrobras poderia investir o dobro se privatizada”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site