Greve de ferroviários paralisa linhas da CPTM em São Paulo

Categoria reivindica reajuste salarial
-Publicidade-
Foto: Divulgação/CPTM
Foto: Divulgação/CPTM | Foto: Divulgação/CPTM

Trabalhadores que dependem do transporte público foram surpreendidos na madrugada desta quinta-feira, 15, com a paralisação de quatro linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) de São Paulo. Isso porque ferroviários decidiram cruzar os braços por tempo indeterminado. A categoria reivindica reajuste salarial.

Não há circulação de trens nas linhas 9-Esmeralda e 10-Turquesa. Na 7-Rubi, a operação é somente entre as estações Palmeiras-Barra Funda e Caieiras. Já na 8-Diamante, as composições circulam apenas no trecho entre as estações Palmeiras-Barra Funda e Barueri. A CPTM informou que as linhas 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade operam normalmente.

-Publicidade-

Não há ainda informações sobre o número de ferroviários que aderiram à paralisação. Tudo começou depois de os grevistas não chegarem a um acordo com o Tribunal Regional do Trabalho do Estado. Após às 4h, horário do início das operações, a CPTM emitiu a seguinte nota:

“A CPTM informa que mesmo com a greve dos ferroviários nas Linhas 7-Rubi, 8-Diamante, 9-Esmeralda e 10-Turquesa, haverá operação parcial com circulação de trens desde às 4h da manhã desta quinta-feira (15/07) nas linhas 7-Rubi e 8-Diamnate.

Na Linha 7-Rubi, os trens circulam entre a estação Palmeiras-Barra Funda e a estação Caieiras. Na Linha 8- Diamante, os trens circulam entre a estação Palmeiras-Barra Funda e a estação Barueri. Os intervalos médios serão de 10 minutos nas duas linhas e na Estação Palmeiras-Barra Funda a conexão com o Metrô na Linha 3-Vermelha está garantida.

Nas Linhas 9-Esmeralda e 10-Turquesa a adesão à greve foi total, contrariando decisão da Justiça do Trabalho, que a manutenção de 80% dos trabalhadores no horário de pico e 60% nos demais horários, sob pena de R$ 100 mil diários.

As Linhas 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade estão funcionando normalmente nesta quinta-feira.”

Leia também: “China faz aporte milionário em sindicatos brasileiros”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site