-Publicidade-

Havan está prestes a dar os primeiros passos na Bolsa 

A Havan, do empresário Luciano Hang, dá primeiro passo para vender ações na Bolsa de Valores, revela documento
Jose Reynaldo da Fonseca
Jose Reynaldo da Fonseca

A empresa de Luciano Hang possui 149 megalojas espalhadas pelo país

Fachada de uma das megalojas Havan

A rede Havan, do empresário Luciano Hang, entrou com pedido na CVM para realizar uma venda inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na B3, a responsável pela Bolsa de Valores no Brasil, de acordo com um documento divulgado na quinta-feira 27.

A operação será primária, com os recursos captados absorvidos pela empresa, e secundária, com o valor obtido destinado ao fundador Luciano Hang, segundo informações do site Money Times.

O Itaú BBA será o banco coordenador líder da oferta, ao lado de XP, BTG PActual, Morgan Stanley, Bank of America, Bradesco BBI, Safra e Santander.

A companhia, que possui 149 megalojas em 121 cidades espalhadas pelo país, pretende utilizar os recursos obtidos no IPO para investimentos em expansão de lojas e do centro de distribuição, para abertura de novas lojas e para suporte do crescimento orgânico.

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Certa feita, abriram à venda aqui em minha cidade, um lançamento de um loteamento em condomínio, bastante sofisticado para nossos padrões locais. A valorização dos lotes foi algo de extraordinário para quem os adquiriu logo de início e quando soube disso, a valorização já não era mais tão atrativa assim . Faço esse preâmbulo para me referir às possíveis valorações das ações da Havan. Essa empresa já teve seu crescimento meteórico em passado mais ou menos recente; aí vem a pergunta: Até onde irá essa valoração de agora em diante, ainda mais nesse quadro apocalíptico que já se faz notar atualmente?
    Nota: Sou um leigo nesses assuntos, é só um inocente comentário. Muito provavelmente posso estar redondamente enganado.

    1. Acho que você está redondamente enganado, Paulo. O mercado de ações está em franco crescimento (e ainda tem muito espaço para mais crescimento). Em tempo: não tenho aplicação em ações.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês