Internautas promovem boicote ao iFood por causa do Sleeping Giants

Empresa cede à pressão do movimento e tira anúncio do canal de Olavo de Carvalho no YouTube
-Publicidade-
Foto: DIVULGAÇÃO
Foto: DIVULGAÇÃO | ifood - boicote - sleeping giants

Empresa cede à pressão do movimento e tira anúncio do canal de Olavo de Carvalho no YouTube

ifood - boicote - sleeping giants
Foto: DIVULGAÇÃO
-Publicidade-

Consumidores brasileiros indicam que deixarão de pedir comida pelo aplicativo iFood. Isso porque a empresa de delivery se tornou alvo de campanha de boicote promovida por usuários do Twitter na tarde desta sexta-feira, 4. A ação virtual ocorre dias após a marca ceder à pressão do movimento Sleeping Giants Brasil e, assim, anunciar bloqueio de seus anúncios no canal do filósofo Olavo de Carvalho no YouTube.

Leia mais: “Justiça manda Twitter revelar quem controla o perfil Sleeping Giants Brasil”

A história começou na quarta-feira, 2, quando o perfil do Sleeping Giants Brasil no Twitter cobrou por campanha de publicidade inserida na plataforma de anúncios no YouTube. No caso, a ação chegou a ser exibida em vídeo publicado no canal de Olavo. De acordo com o movimento, os conteúdos produzidos pelo filósofo e escritor “promovem conteúdo fraudulento e odioso”. No dia seguinte, a equipe do iFood agradeceu. Além disso, informou ter bloqueado o ambiente para futuros anúncios.

“As campanhas são automáticas. Mas sempre revisamos perfis e canais para negativar aqueles que divulgam notícias falsas”

“Já retiramos do ar nossa mídia vinculada ao canal. As campanhas são automáticas. Mas sempre revisamos perfis e canais para negativar aqueles que divulgam notícias falsas e mensagens preconceituosas ou ofensivas. Obrigado por avisar!”, informou o iFood em seu perfil no Twitter. No entanto, parte do público demonstrou insatisfação com a postura adotada pela empresa que cedeu à pressão promovida pelo movimento virtual, que se diz contra disseminação de discurso de ódio, mas não denunciou os anúncios que até hoje figuram na página que apresenta o artigo em que um colunista do jornal Folha de S. Paulo diz torcer pela morte do presidente Jair Bolsonaro.

Boicote

Com a demonstração de apoio ao Sleeping Giants Brasil, o iFood tem de encarar agora críticas do público. Pela mesma rede social, a empresa tem visto que a hashtag #BoicoteIFood tem pautado postagens. A começar pelo assessor especial da presidência da República, Arthur Weintraub. “É isso mesmo, iFood? Basta a esquerda pedir?”, questionou.

https://twitter.com/VF_Fontoura/status/1301923788070760449

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

12 comments

  1. O iFood merece se dar mal. Gasta uma grana preta em propaganda para fixar a marca e “compra” uma propaganda negativa imensa, de graça. “Gênios”.

  2. Pagam mal seus colaboradores, atrasam com frequência, pedem avaliação antecipada, antes de recebermos o que pedimos. Por isso já há bastante tempo deletei este aplicativo: ligo direto para o restaurante e se ele disser que tenho que pedir pelo iFood vai perder um cliente. Já aconteceu algumas poucas vezes, e tenho usado os serviços de inúmeros restaurantes que entregam diretamente, mesmo anunciando que entregam por esta plataforma nefasta.

  3. Pagam mal seus colaboradores, atrasam com frequência, pedem avaliação antecipada, antes de recebermos o que pedimos. Por isso já há bastante tempo deletei este aplicativo: ligo direto para o restaurante e se ele disser que tenho que pedir pelo iFood vai perder um cliente. Tenho usado os serviços de inúmeros restaurantes que entregam diretamente, mesmo anunciando que entregam por esta péssima plataforma.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site