Jornal Nacional transforma Felipe Neto em ‘vítima’

Para programa da Rede Globo, influenciador digital vem recebendo ataques e ameaças
-Publicidade-
Felipe Neto em entrevista ao Jornal Nacional | Foto: REPRODUÇÃO/REDE GLOBO
Felipe Neto em entrevista ao Jornal Nacional | Foto: REPRODUÇÃO/REDE GLOBO | felipe neto - jornal nacional - vítima - ataques - fake news

Para programa da Rede Globo, influenciador digital vem recebendo ataques e ameaças

felipe neto - jornal nacional - vítima - ataques - fake news
Felipe Neto durante entrevista ao Jornal Nacional | Foto: REPRODUÇÃO/REDE GLOBO
-Publicidade-

Depois de debater política com ministro do Supremo Tribunal Federal e participar de live promovida pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Neto ganhou mais espaço na mídia na noite desta quinta-feira, 30. O youtuber foi personagem central de reportagem de seis minutos exibida pelo Jornal Nacional.

Leia mais: “Entidades se solidarizam com o ‘comunicador’ Felipe Neto

O noticiário da Rede Globo de Televisão afirma que o influenciador digital tem sido vítima de ataques virtuais nas redes sociais. Afirma, contudo, que essa questão deixou o ambiente virtual nesta semana. O programa informa que dois homens foram em frente ao condomínio onde o youtuber mora no Rio de Janeiro.

De acordo com o Jornal Nacional, a dupla em questão foi responsável por “ataques” contra o influenciador que, a saber, foi contratado da Globo no início da década. Imagens exibidas pelo noticiário mostram, no entanto, que um dos homens questiona onde estaria o youtuber. “Chega, chega! Cadê você, Felipe Neto?”.

Além da pergunta, o homem identificado pela Globo como “Cavallieri, o Guerreiro de Bolsonaro” imputa a Felipe a prática de pedofilia. O que pode ser caracterizado como calúnia (acusar falsamente alguém por um crime), mas não como ameaça. Conforme conferido por Oeste, a conta de Cavallieri no Facebook está fora do ar nesta noite.

Fake news?

Definido como “vítima” pelo Jornal Nacional, Felipe Neto tem despertado críticas na web desde a última semana. No Twitter, por exemplo, as campanhas #MãesContraFelipeNeto, #PaisContraFelipeNeto e #TodosContraFelipeNeto chegaram a figurar entre os assuntos mais comentados entre os usuários da plataforma no Brasil.

Fato ignorado pelo telejornal da Rede Globo, não há apenas fake news direcionadas ao youtuber. Nesse sentido, alguns internautas relembraram vídeos reais protagonizados num passado recente por Felipe Neto. Conforme noticiou Oeste, ele aparece se gabando por gastar R$ 20 mil numa balada nos Estados Unidos e tecendo comentários de cunho sexual (sendo que o público que o acompanha no YouTube é majoritariamente infantil).

“Discorde de mim, me questione, exponha erros que eu tenha cometido ou que eu possa ter falado, mas não minta. Não tente atacar com ódio, com raiva e com vontade de arruinar a vida da pessoa”, disse Felipe ao Jornal Nacional. No entanto, ele não tem concordado em ter seus conteúdos seus expostos. Afinal, ele pediu para o YouTube retirar do ar um vídeo em que aparece analisando o tamanho do órgão genital do fisiculturista Léo Stronda.

felipe neto - direitos autorais
“Exponha meus erros”, pediu Felipe Neto na TV; na internet, ele pede para esse tipo de ação ser bloqueada | Foto: REPRODUÇÃO/YOUTUBE
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.