-Publicidade-

Leonardo DiCaprio volta a cair na falácia da ‘Amazônia em chamas’

Ator americano desconhece dados da Nasa, agência espacial de seu próprio país, que mostram que floresta tropical não é atingida por queimadas.
DiCaprio precisa se basear mais em dados do que em notícias tendenciosas | Foto: Siebbi
DiCaprio precisa se basear mais em dados do que em notícias tendenciosas | Foto: Siebbi | leonardo dicaprio, amazônia, queimadas, nasa, meio ambiente, jair bolsonaro, ricardo salles

Ator norte-americano desconhece dados da Nasa, agência espacial de seu país, que mostram que floresta tropical não é atingida por queimadas

leonardo dicaprio, amazônia, queimadas, nasa, meio ambiente, jair bolsonaro, ricardo salles
DiCaprio precisa se basear mais em dados do que em notícias tendenciosas | Foto: Siebbi

O ator norte-americano Leonardo DiCaprio voltou a criticar o presidente Jair Bolsonaro e a mostrar preocupação com supostas queimadas recordes na Amazônia.

“Dados preliminares indicam aumento de 7% [das queimadas] em agosto”, escreveu DiCaprio em suas redes sociais. “O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, está sob pressão internacional para inibir as queimadas, mas duvidou publicamente delas no passado, culpando oponentes e comunidades indígenas.”

O ator usou uma matéria do jornal inglês The Guardian para avalizar os dados.

Aparentemente, ele desconhece a Nasa, agência espacial dos Estados Unidos, país em que cresceu e onde vive.

Imagem de satélite emitida pelo Fire Information for Resource Management System (Firms) do Earth System Data (Esdis) da Nasa em 18 de julho, por exemplo, mostrava os focos de fogo ativos na vegetação do mundo nas 24 horas anteriores.

No Brasil, os focos ficavam no Piauí, no Maranhão e na Amazônia Legal, que tem uma vegetação bem diferente da que existe na floresta tropical, e eram bastante esparsos.

Era possível constatar que os incêndios registrados no país perdiam para os da Argentina e nem se comparavam com os que consumiam a segunda maior floresta tropical do mundo, a da Bacia do Congo, e a Ilha de Madagascar, ambas na África.

nasa, firms, julho, queimadas

Mas sobre essas tragédias ambientais o engajado astro de Titanic não costuma falar. Talvez defender o continente africano não dê tanta audiência quanto questionar um governo que tem um plano ambiental definido. 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

8 comentários

  1. Roberta, o tal Leonardo conhece sim os dados, fotos e filmagens que a Nasa tem publicado, sem segredo nenhum. A questão é que o tal Leonardo, como tantas outras ” celebridades “, têm apenas cofres e gordas contas bancárias, mas não têm alma, coerência, ou vergonha. A questão é meramente financeira, e por dinheiro, essa canalha vende até a própria mãe, dando recibo, escritura e o escambau. Fosse amor às árvores, o que definitivamente não é, Roberta, o tal Leonardo praticaria sua benemerência no seu próprio país. Acontece que quem vende a própria alma, é desprovido de compromisso com a verdade. Vergonha na cara, nem pensar!

  2. Que dia o Brasil vai fazer um esclarecimento no exterior,ensinando a esses papagaios que a Amazônia e úmida , não pega fogo. A floresta é molhada.E de mais a mais ,o que que esse sujeito tem a ver com isso ?

    1. O maldito costume de considerar atores como intelectuais.
      Esse sujeito, assim como muitas atrizes e atores tupiniquins não passam de um rostinho ou uma bu… . Cérebro que é bom: zero!
      Vide as idéias e falas dos nossos artistas…. Se fosse num circo, muitas vezes os macacos seriam mais capazes.

  3. Não sei se os leitores estão sómente lendo a notícia e não estão acessando o site da NASA com o mapa que mostra os incêndios. É preciso esclarecer que o mapa é atualizado a cada 24 horas e por isso a foto que vemos na matéria de hoje não é a mesma que verão. Novos focos existem bem como outros não existem mais. No mapa é possivel aumentar e diminuir as regiões. Vale a pena ver.
    https://firms2.modaps.eosdis.nasa.gov/map/#d:2020-08-17..2020-08-18;@-53.9,-6.8,3z

  4. Que coisa não? Matéria antiga, só pode. Esse cara já foi executado pela Operação Storm. Se vive então é um clone temporário ou sósia ou mesmo holograma. Acordem!!!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês