MPF em Goiás divulga nota em favor do tratamento precoce e da hidroxicloroquina

Documento foi assinado por quatro médicos
-Publicidade-
MPF-GO defende tratamento precoce
MPF-GO defende tratamento precoce | Foto: The-Lore.com/Unsplash

A possibilidade de médicos indicarem tratamento precoce e receitarem hidroxicloroquina a pacientes diagnosticados com covid-19 ganhou apoio de um órgão público. Em nota divulgada na última terça-feira, 2, o Ministério Público Federal em Goiás (MPF-GO) posicionou-se em favor de tais medidas como forma de se combater o agravamento de casos da doença provocada pelo coronavírus.

Leia mais: “Pfizer e Janssen: Pazuello avança nas negociações”

-Publicidade-

“As evidências científicas acerca do atendimento integral das pessoas acometidas com a Covid-19: o estado da arte atual, com ênfase no tratamento na fase inicial (replicação viral) da doença”, diz trecho do documento chancelado pelo MPF-GO e encaminhado a órgãos e instituições relacionados ao enfrentamento da pandemia.

O MPF-GO reforça que o material não é baseado em opiniões de procuradores. A entidade reforça que o conteúdo em defesa do tratamento precoce foi desenvolvido a partir de estudo técnico, sendo analisados por quatro especialistas da área médica. Assinam a nota os infectologistas Francisco Eduardo Cardoso Alves e Ricardo Ariel Zimerman, a biomédica Rute Alves Pereira e Costa e psicólogo Bruno Campello de Souza.

Informações do estudo

A nota técnica do MPF-GO foi desenvolvida a partir de pedido feito pelo procurador Ailton Benedito. O material final, que apresenta defesa do tratamento precoce e da hidroxicloroquina, conta com 117 páginas. De acordo com o MPF-GO, o documento apresenta “evidências científicas” que indicam que pessoas a aderirem a esse tipo de tratamento contra a covid-19 apresentam “rápida redução da carga viral e dos marcadores inflamatórios”.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 comentários

  1. Os médicos da minha família estão receitando desde o início do ano passado, sempre avisando que não existindo outras formas de tratamento, esse e outros medicamentos podem ser usados sob determinação e acompanhamento do profissional. O que todos sabem é que não e pode exagerar e isto vale para qualquer medicamento.

  2. Aqui a prova incontestável do crime perpetrado pelos 11 Ministros de STF, além dos gestores de estados e munícipios, que optaram e continuam optando pela morte de parte do povo para seus intentos inescrupulosos de manutenção/ascensão ao poder!

  3. O documento está muito bem escrito, muito claro nos argumentos e tem inúmeras referências de estudos científicos como embasamento. Parabéns aos autores! Espero que uma parte da sociedade tome vergonha na cara e pare de boicotar o tratamento precoce, pelo menos aqueles que estão se omitindo, pois os que boicotam propositalmente deveriam ser julgados.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.