Mulher é agredida em mercado de Sorocaba por não poder usar máscara

Empresária tem um atestado médico que confirma doença respiratória que a libera do uso da proteção facial
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Melissa Quevedo
Foto: Divulgação/Melissa Quevedo

A empresária Melissa Quevedo foi agredida na porta de um mercado em Sorocaba (SP) por estar sem máscara. O episódio ocorreu no domingo 10. Em imagens registradas pela vítima, é possível vê-la sendo hostilizada por clientes, além de um homem que parece ser o dono do local. Segundo Melissa, ele chegou a tomar o aparelho de sua mão e só devolveu depois de dez minutos.

-Publicidade-

 

View this post on Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Melissa Quevedo (@melquevedo)

A empresária disse a Oeste ter sido diagnosticada com asma brônquica crônica e cefaleia crônica, doenças desencadeadas por hipercapnia (aumento de dióxido de carbono no sangue, resultado da incapacidade de respirar) devido ao uso de máscaras. “Tenho claustrofobia e crise de pânico”, afirmou. Para entrar nos estabelecimentos, ela mostra o atestado médico que justifica a ausência da proteção.

Melissa também carrega uma cópia da lei federal que trata do uso de máscaras. O artigo 3º do parágrafo 7 estabelece: “A obrigação prevista no caput deste artigo será dispensada no caso de pessoas com transtorno do espectro autista, com deficiência intelectual, com deficiências sensoriais ou com quaisquer outras deficiências que as impeçam de fazer o uso adequado de máscara de proteção facial, conforme declaração médica, que poderá ser obtida por meio digital, bem como no caso de crianças com menos de três anos”.

Leia também: “Cidadãos de 2ª classe, cobaias de 1ª”, artigo de Guilherme Fiuza publicado na Edição 78 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

28 comentários Ver comentários

  1. Bem afirmou um certo capitão, como é fácil implantar uma ditadura aqui.
    As pessoas não se dão conta de que são objeto de manipulação.

  2. Por isso é importante poder estar armado. Se você tem como no Texas um fuzil automático nas costas de maneira legal. Possivelmente só um incauto obrigaria a outra pessoa a fazer algo pela força. Imagine uma cidade de 5000 com 500 pessoas de bem armadas. Vocês acham que o prefeito teria tido coragem de fazer bloqueios? Você acham que o dono de uma loja teria coragem de bater em mulher por no ter o dispositivo para dificultar a respiração? Lamentavelmente o nazismo já chegou no Brasil da mão dos globalistas e a situação vai piorar. A boa noticia é que os mais inteligentes segundo a pesquisa do MIT com certeza vão prevalecer sobre os cabeças oca. Pessoas com coeficiente intelectual de focinheira de escravo que você pode enganar e corromper com um PASSAPORTE COVIDIOTA para obrigar eles a ser usados de cobaias não tem a mais minima possibilidade de nada.

  3. Não é razoável neste clima tenso desta pandemia da COVID, que pessoas provoquem cenas para aparecer. Sim, porque essa moça vai em local que cumpre uma legislação, filma, leva a lei, enfim perde tempo e enche o saco do comerciante. A moça não tem outro estabelecimento comercial mais atencioso com seu problema? Recentemente em grande supermercado vi funcionários utilizando a mascara abaixo do nariz, e entendo, porque talvez tenham dificuldade respiratória na atividade com esforço físico. Ora, com um pouco mais de serenidade, a moça talvez tivesse êxito.

    1. Antonio Carlos Neves
      seu jumentóide! lestes a reportagem? la afirma que ela sempre frequenta os estabelecimentos e mostra o atestado para justificar o não uso da focinheira! seu gado estatólatra mongolóide!

    2. “Sim, porque essa moça vai em local que cumpre uma legislação…”
      Que legislação o estabelecimento está cumprindo? Só se for a sua própria legislação fruto de ignorância e truculência.A lei é clara:certas pessoas estão isentas de usar a máscara.Esse estabelecimento está totalmente contra a lei e deve ser processado pela empresária por constrangimento.
      Art. 146 – Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, ou depois de lhe haver reduzido, por qualquer outro meio, a capacidade de resistência, a não fazer o que a lei permite, ou a fazer o que ela não manda:

      Pena – detenção, de três meses a um ano, ou multa.

  4. Aos adoradores da mascara, uma reflexao: vcs não gostariam que diante dos estudos que provam que elas não protegem, seu uso fosse proibido, não é mesmo? Vocês gostam da mascara, se sentem protegidos do vírus, acham que estão agradando a China, etc… ok. Continuem usando. Agora daí a obrigar todo mundo a comprar essa ideia, vai uma distância muito grande. Do mesmo jeito que vcs, adoradores do pano na cara tem o direito de usá-la, quem se baseia em estudos que comprovam sua não eficácia, também tem o direito de não usá-la. Se ponham no lugar dos outros e verão que obrigatoriedade não é bom pra ninguém.

  5. A cultura oriental ( Japão e Coreia do Sul) ajuda muito nessa situação; Lá se usa máscara se você está febril, com coriza ou algum resfriado ou gripe. Quem está bem de saúde não tem necessidade da máscara. Cultura de se preocupar com o próximo.

  6. Esse patrulhamento dos “neuróticos esquerdopatas pandêmicos” me lembram do tempo em que , para combater a inflação vários imbecis se auto-transformaram em “fiscais do Sarney”….

  7. A solução mais simples para isto é comprar uma garrafinha de agua ou um café daqueles “para levar” e ficar com a máscara abaixada, levando a garrafa ou copo à boca constantemente, pois afinal, nos restaurantes ou nestas situações os neuróticos com a pandemia “autorizam” a pessoa estar sem a máscara sobre a boca/nariz… Contra os hipócritas, soluções do mesmo nível deles : “idiotas”…

  8. Uma ótima oportunidade para a abrir um processo e colocar este pessoal em seu devido lugar, respeitando as desigualdades das pessoas que não podem usar máscara ao invés do que quer a Nova Ordem Mundial de colocar todos nas mesmas “caixinhas” como cordeirinhos.

  9. Quer dizer, não pode usar máscara, fique em casa. Mais uma piada pronta. O que me deixa mais indignado é a idiotice das pessoas usarem máscara nas ruas caminhando, no mar, é o cúmulo da imbecilidade. Eu só uso máscara em estabelecimento pro dono não ser autuado. Agora se tivesse atestado, chamava até a polícia pra resolver o caso.

  10. Na minha opinião se a pessoa não pode usar a máscara então que fique em casa. Nos dias de hoje ninguem se sente â vontade proximo a uma pessoa sem máscara, mesmo sabendo que quem está sem máscara é mais suscetível ao virus. Minha sugestão para não criar polêmicas com fiscais dos tiranetes, é só colocar uma máscara bem fininha e pronto, mesmo sabendo que ela nada proteje quem a usa.

    1. Carlos, sério mesmo que você teve o trabalho para escrever isso? Então, quem não pode usar máscara, que fique trancafiado em casa pelo tempo que existir a obrigatoriedade da focinheira? Ninguém se sente à vontade ao lado de alguém sem máscara? Fale por você. Se a pessoa acredita que a máscara proteja de algo, ela usa e está protegida, certo? Por que alguém precisa usar por ela? E colocar uma máscara bem fininha, com todo respeito foi a cereja no bolo do seu comentário. Por você, devemos ceder às pressões tirânicas só para não causar polêmica? E viva a sinalização de virtude.

    2. Meu caro Carlos, vejo que chegou aqui a pouco tempo, vc está abrindo sua mente para outra opinião contrária da globolixo, bandlixo, bolha de SP, estadão, entre outras porcarias. Muito bem, o primeiro passo já foi dado, agora entra nas matérias antigas e se informe sobre o que REALMENTE está acontecendo neste país, e qdo acordar de vez avise outros familiares e amiguinhos seus que possivelmente estejam tão perdidos qto vc. Forte abraço e sucesso!

    3. O Carlos será um daqueles “sinobrasileiros” que quando a obrigatoriedade de máscaras for abolida ele será internado em algum manicômio.

    4. O comentário desse tal Carlos é tão estupido, tão idiota, tão imbecil, que não dá nem pra comentar nada sobre ele, a não ser que deve usar ferradura e andar sobre quatro patas.

    5. Dizem que libertadores é no SBT, fortuna 1 na BAND, e covid19 na globo, tenho certeza que o Carlos Eduardo não gosta de esportes.

    6. Carlos Canalha Até seus pais e ex esposa te acha um canalha com essa sua argumentação fascista. Hitler adoraria tê-lo como lambe botas.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.