‘O ideal é partirmos para privatizar a Petrobras’, afirma Bolsonaro

Declaração do presidente ocorreu durante coletiva de imprensa na Itália
-Publicidade-
O presidente da República, Jair Bolsonaro
O presidente da República, Jair Bolsonaro | Foto: Isac Nóbrega/PR

Durante coletiva de imprensa na Itália, o presidente Jair Bolsonaro colocou a desestatização da Petrobras em pauta. Enquanto falava sobre a alta no preço dos combustíveis no Brasil, o chefe do Executivo disse que o ideal seria privatizar a empresa.

“O ideal, falei com o [ministro da economia] Paulo Guedes, é nós partirmos para privatizar a Petrobras”, disse Bolsonaro na segunda-feira 1º. “Agora, isso aí não é botar na prateleira hoje e vender amanhã. Isso vai demorar mais de um ano.”

De acordo com o presidente, o processo de privatização não será uma coisa rápida, mas ele já orientou Guedes a retirar a Petrobras “das garras do Estado”.

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

14 comentários Ver comentários

  1. O monopólio da petrobras petrobras foi quebrado em 1997, agora, se o governo quer que a política de preços do combustível seja do Conselho deliberativo da empresa, sem intervenção do pr de plantão, privatiza, e vamos jogar o preço no valor que os acionistas quiserem!

  2. Eu sempre faço está pergunta: por que o Brasil não precisa ter empresas ? -Resposta : Porque ele já sócio de todas empresas e pessoas físicas ;como? Pelo óbvio, na cobrança de impostos (35%) e com uma vantagem ser precisar ter funcionários.

    1. Parece que este governo cansou de ser refém de estatais e descobriu que o Brasil já adquiriu maturidade política para libertar o mercado de combustíveis.

      A Privatização de agentes econômicos estatais é um caminho inevitável para os países que desejam a real prosperidade no mundo verdadeiramente capitalista.

  3. Por incompetência ou roubalheira, dos MEGA-LADRÕES, que comandaram o Brasil nos últimos 30 (trinta) anos, ficamos em uma situação inusitada. Somos autossuficiente na produção/extração de petróleo, mas não somos autossuficientes no refino, a saber: Boa parte das 17 (dezessete) refinarias em operação no Brasil, foram projetadas para refinar óleo leve, fácil de refino. Grande parte da produção de petróleo, do Brasil consiste de óleo pesado, um asfalto que não combina com as nossas refinarias. Dessa forma a capacidade de refino do Brasil é, muito, menor do que a demanda por derivados de petróleo. Por isso que o Brasil, importa os derivados que faltam, e exporta seu, enorme excedente de óleo cru. Quanto a pagar o petróleo importado em dólar ou em real, a escolha não depende de nós.

  4. Quando os políticos, imprensa decadente, jornalistas e comentaristas ignorantes ao estilo Ciro Gomes pararem de desinformar, e esclarecerem o consumidor de gasolina comum que o valor médio cobrado de R$ 6,57 nas bombas, somente R$ 2,33 é da Petrobras?
    Como acionista que investe na Petrobras há mais de 30 anos, é revoltante escutar que ainda tem gente com saudades da recente Petrobras arrombada nos 15 anos anteriores.
    Curiosamente, tive que assistir em 02/11 na Globo, a Petrobras gastando com publicidade para informar o que estou informando, o quanto ela recebe por lt. vendido nas bombas.
    Gostaria que o bom jornalismo da revista oeste, jovem pan e gazeta do povo, façam uma matéria a respeito, para que os consumidores conheçam quem são os vilões da inflação dos combustíveis. Os R$ 6,57 das bombas são: gasolina pura (Petrobras) R$2,33 – álcool anidro (USINAS) R$1,17 – ICMS (governadores) R$1,72 – impostos federais(Bolsonaro) R$ 0,69* – ditrib/revenda R$ 0,66. O imp.fed. é fixo por litro portanto independe da variação dos preços. A gasolina comum nas bombas é composta de 73% de gasolina pura (petrobras) e 27% de álcool anidro (usineiros), portanto para se obter qual o valor por litro vendido da gasolina pura temos:R$2,33/0.73=R$3,19 e do álcool anidro R$1,17/0,27= R$4,33. Confesso que não sabia que o lt. do alcool anidro é mais caro que o da gasolina pura.
    Quanto ao ICMS de R$ 1,72 concluímos que representa 73,8% do vr. cobrado pela Petrobras (R$ 2,33) e 49,1% da soma dos combustíveis gas/alc (R$$3,50) .
    Afinal, quem são os vilões da inflação dos combustíveis?

  5. Mudem a legislação, melhor que privatizar, vamos ficar nas mãos dos estrangeiros em tudo? Não basta a vale, transmissão de energia etc????
    Precisamos sim desatrelar o preço do nosso petróleo do dólar, o Brasil é praticamente autossuficiente, não ganhamos em dólar p pagar diesel e gasolina com preço baseado em dólar, isso é um estupro no bolso do contribuinte. Ou muda a legislação ou o país tem a obrigação de subsidiar parte do preço dos combustíveis.

    1. Se você ou qualquer outro investidor nacional tiver grana suficiente para tocar um empreendimento dessa monta, de fato seria o ideal. Só que a teoria, na prática é outra.

  6. Não seria mais fácil quebrar o monopólio e permitir importação/exploração/refino por empresas estrangeiras? Como o estado é incapaz de terminar uma refinaria, deixe por conta de empresas privadas. Empresas chinesas não serão permitidas, pois será como trocar uma estatal por outra.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.