Por engano, bebê recebe superdosagem da vacina da Pfizer

Caso aconteceu no interior de São Paulo. A menina foi parar no hospital e permaneceu internada por três dias
-Publicidade-
A menina recebeu alta no dia 21 e continua sendo acompanhada em casa por equipes de saúde
A menina recebeu alta no dia 21 e continua sendo acompanhada em casa por equipes de saúde | Foto: Reprodução/G1/Arquivo pessoal

Uma bebê de seis meses foi parar no hospital depois de receber o conteúdo de um frasco inteiro da vacina da Pfizer em vez do imunizante pentavalente, em Altinópolis, no interior de São Paulo.

A menina foi levada ao posto de saúde em 17 de janeiro, para receber a vacina que previne doenças como coqueluche, meningite, tétano e hepatite.

Na hora de ser imunizada, a criança tomou a dose contra a covid-19 numa quantidade equivalente a seis doses.

-Publicidade-

“Quando a gente estava indo embora, a técnica de enfermagem me chamou e disse que tinha aplicado uma vacina errada nela”, disse a mãe da criança, em entrevista ao portal G1. “Ao jogar o frasco fora, a enfermeira notou que o produto era da Pfizer e que tinha aplicado na bebê.”

A quantidade injetada na criança equivale a seis doses da Pfizer. Segundo a mãe, na mesma hora, a enfermeira entrou em contato com a Vigilância Sanitária e acionou uma médica do posto de saúde para examinar a bebê.

Em seguida, a criança foi levada ao Hospital das Clínicas (HC) de Ribeirão Preto, onde permaneceu por três dias em observação.

“Inchou a perninha no dia da vacina. Ela apresentou febre e dor. Os exames de sangue deram alteração. Os médicos diziam que tinha a ver com a coagulação do sangue, que era o que eles estavam mais com medo”, explicou.

Bebê teve alta três dias depois

A menina recebeu alta no dia 21 e continua sendo acompanhada em casa por equipes de saúde de Altinópolis.

Nesta quinta-feira, 27, ela deve passar por nova consulta no HC. De acordo com a mãe, ela não apresentou nenhuma alteração.

Apesar da situação, a mãe elogiou a conduta da técnica de enfermagem por comunicar o erro imediatamente à família e às autoridades.

“Não deveria acontecer erros, infelizmente aconteceu, mas eu sou grata a ela por ela ter nos falado”, explicou.

O que informa a Secretaria de Saúde

Em nota, a Secretaria de Saúde de Altinópolis confirmou o equívoco da técnica de enfermagem e disse que tomou as medidas necessárias para atendimento da criança:

“A Secretaria de Saúde tomou todas as medidas necessárias encaminhando a criança para avaliação médica. A criança permanece bem e continua sendo acompanhada pela equipe de saúde do município.”

Ainda segundo a pasta o caso foi comunicado ao Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado. Um processo administrativo foi aberto para apurar a conduta da técnica de enfermagem.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.