Prefeitura de São Paulo cancela Carnaval de rua

Desfile no sambódromo depende da aceitação dos protocolos, afirma prefeito
-Publicidade-
O cancelamento do Carnaval de Rua foi anunciado nesta quinta-feira
O cancelamento do Carnaval de Rua foi anunciado nesta quinta-feira | Foto: Divulgação/Prefeitura de São Paulo

O Carnaval de rua de São Paulo está cancelado. O prefeito Ricardo Nunes (MDB) anunciou a medida nesta quinta-feira, 6. A tomada da decisão ocorreu depois de uma reunião com representantes da Secretaria de Saúde.

“Por conta da situação epidemiológica está cancelado o Carnaval de Rua de São Paulo”, disse Nunes. “Nós vamos sentar com a Liga das Escolas de Samba para combinar um protocolo para a realização dos desfiles no sambódromo. Caso eles aceitem os protocolos, os desfiles serão mantidos”.

De acordo com Edson Aparecido, secretário de Saúde do município, “a circulação de uma grande quantidade de pessoas pode agravar” o quadro da pandemia na cidade.

-Publicidade-

Na quarta-feira 5, associações ligadas aos blocos ao evento divulgaram uma carta afirmando que não participariam do evento neste ano.

“Lamentamos muito não termos tido a oportunidade de contribuir em ações públicas com nosso ‘expertise difuso’, que sabe quantos carnavais de rua existem dentro do Carnaval de São Paulo, e como fazer cada nicho ser atendido”, informa o texto assinado pelo Fórum de Blocos de SP, União dos Blocos de Carnaval de Rua do Estado de São Paulo (UBCRESP) e a Comissão Feminina de Carnaval de São Paulo.

Na semana passada, a prefeitura de São Paulo havia aprovado 696 desfiles de rua durante o carnval da cidade.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

  1. Decisões políticas são infrutíferas. O vírus já demonstrou que tem paciência chinesa. As decisões devem ser tomadas por médicos que praticam ciência e não política.

  2. Depois de Agripino e Bia beijando de máscara.
    Covas no maracanã.
    Economia a gente vê depois.
    Vem aí, carnaval com protocolo.
    Olha a hipocrisia aí gente
    Chora cavaco.

  3. Tem que cancelar mesmo! Não deveria nem ter aprovado lá trás!
    Contudo…É um prefeito Medíocre! Inepto! Só cancelou (voltou atrás na verdade) porque prefeitos de outras cidades do Brasil também cancelaram.
    Porque não aproveita e cancela também o aumento de 11.000,00 no próprio salário?
    O pior é que ainda tem gente que apóia PSDB junto com o outro medíocre mauricinho do João Bosta servem para administrar o Brasil!

  4. A hipocrisia é tanta que o Brasil inventou o Carnaval sem aglomeração. O coronavirus vai adorar essa ideia dançando ao som do enredo do protocolo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.