Regularização fundiária: texto-base é aprovado na Câmara

Deputados analisam agora os destaques que podem alterar pontos da proposta
-Publicidade-
Relator e deputado federal, Bosco Saraiva (Solidariedade-AM), faz leitura do texto em plenário | Fonte: Agência Câmara
Relator e deputado federal, Bosco Saraiva (Solidariedade-AM), faz leitura do texto em plenário | Fonte: Agência Câmara

Por 296 votos a favor e 136 contra, a Câmara dos Deputados aprovou o texto-base do projeto de lei (PL) da regularização fundiária. A proposta passa de 4 para 6 módulos fiscais o tamanho da propriedade ocupada que poderá ser regularizada com dispensa de vistoria presencial de técnico do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). O módulo fiscal é a medida em hectare estabelecida pelo próprio Incra para cada município e que varia de 5 a 110 hectares.

“O produtor rural é o quem mais preserva o meio ambiente”, artigo publicado na Edição 20 da Revista Oeste

Se o texto seguir como esta, as novas regras valerão para imóveis da União e do Incra em todo o país, ao invés de apenas os localizados na Amazônia Legal, mas a data de referência da ocupação continua sendo 22 de julho de 2008, como é prevista na atual lei.

-Publicidade-

O Plenário vota agora os destaques apresentados pelos partidos na tentativa de fazer mudanças no texto. Depois, o PL segue para análise no Senado.

Com informações da Agência Câmara

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro