Rio pode abolir obrigatoriedade de máscara em locais fechados

Medida será anunciada quando o município chegar a 75% de sua população totalmente vacinada, até 15 de novembro
-Publicidade-
Eduardo Paes, prefeito do Rio, afirmou que a obrigatoriedade do uso de máscara está perto do fim na cidade
Eduardo Paes, prefeito do Rio, afirmou que a obrigatoriedade do uso de máscara está perto do fim na cidade | Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), afirmou nesta quinta-feira, 21, que o uso obrigatório de máscaras em ambientes fechados pode ser derrubado até meados de novembro. Isso deve acontecer quando o município chegar a 75% de sua população totalmente vacinada contra a covid-19.

Segundo as projeções apresentadas pela prefeitura da capital fluminense, esse porcentual deve ser atingido até o dia 15. “Nós seguimos a ciência. No nosso comitê científico, temos dois ex-ministros da Saúde e integrantes de várias instituições, como a Fiocruz”, disse Paes. “Se dependesse de determinados setores, teria fechado a praia. O mundo inteiro estabeleceu a abertura a partir da vacinação. Nós temos critérios objetivos.”

Ainda de acordo com o prefeito do Rio, a liberação das máscaras em locais abertos deve ocorrer quando o índice de totalmente vacinados chegar aos 65% — a estimativa é que isso aconteça já na terça-feira da próxima semana, dia 26 de outubro. “Eu estou torcendo, rezando e aplicando agulha na próxima semana. Eu respeito o que o comitê científico decidir. As regras serão estabelecidas pelo secretário de Saúde, Daniel Soranz”, explicou Paes.

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Naquela Sodoma Carioca, até já acharam a cura para o Covid-19 e suas diversas variantes: O Carnaval! Viva o Carnaval! Na Gomorra Paulistana também, um imbecil de um doutor que se diz especialista em saúde pública e que esqueci seu nome, não recomendou a retirada das milagrosas máscaras mas acabarão por retirá-las a fim de se permitir o desfile das escolas de samba na avenida. Que venham os turistas de todo o mundo, inclusive da China!
    Afinal, não existe pecado abaixo da linha do equador, estão todos liberados para a festança.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.