São Paulo proíbe policiais de postar imagens da PM nas redes sociais

O conjunto de regras foi publicado nesta semana e passa a valer a partir de sábado, 1º
-Publicidade-
A diretriz proíbe as postagens sobre a corporação que não passem pelo crivo dos canais de comunicação oficial da instituição
A diretriz proíbe as postagens sobre a corporação que não passem pelo crivo dos canais de comunicação oficial da instituição | Foto: Divulgação

O Comando Geral da Polícia Militar de São Paulo (PM-SP), sob comando do governador João Dória (PSDB), determinou na quarta-feira 29 uma diretriz com um conjunto de regras para os policiais que usam as redes sociais.

As informações foram publicadas no Diário Oficial do Estado.

A diretriz proíbe as postagens sobre a corporação que não passem pelo crivo dos canais de comunicação oficial da instituição.

-Publicidade-

Com a determinação, os policiais militares estão proibidos de publicar em suas redes sociais ou compartilhar em aplicativos de mensagens imagens de instalações físicas, armamentos, fardas, viaturas ou equipamentos da corporação, assim como divulgar operações ou investigações policiais.

As regras passam a valer a partir de sábado, 1º de janeiro.

Deputado entrou com pedido para anular a diretriz

O deputado federal Capitão Augusto (PL-SP) ingressou com pedido na Procuradoria-Geral da Justiça do Estado para anular essa diretriz.

“Não são regras, isso é uma censura total e absoluta. Autoritária”, disse o deputado, em entrevista ao Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan.

Segundo ele, a PMSP já possui o regimento disciplinar e o código penal militar que servem para coibir qualquer abuso no uso das redes sociais.

“Eu acho estranho isso no final do ano. Ano que vem é de eleição. Sabidamente, os policiais têm uma linha bolsonarista. A gente estranhou muito essa diretriz valendo a partir de 1º de janeiro”, contou. “É um movimento político.”

Para o deputado, a nova diretriz configura uma censura em cima dos policiais.

“É algo que nós nunca vimos, nenhuma Polícia Militar do Brasil teve audácia de publicar algo que chegasse perto disso”, concluiu.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

10 comentários Ver comentários

  1. Ditador .da calça apertada, seu castigo merecido está chegando, o vexame das urnas te espera, até as baratas conhecem seu caráter podre 🤮

  2. E os PMSP após anos voltam a não ser gente e ter os mesmos direitos e liberdades! Retomam a era antes de 1989 que até entao nem podiam votar, esse movimento é pra por um cabresto nos praças.

  3. O calcinha apertada não me causa admiração mas nesse ponto concordo com ele !! Pelo que eu entendi não se trata de autoritarismo mas uma medida que vai proteger a corporação e os próprios policiais da PMSP !! Demonstra profissionalismo !! Policiais fardados não podem se exibir nas redes sociais e nem postar fotos de viaturas e instalações !! Evidentemente que, na vida privada do policial ele pode perfeitamente usar as tais redes .

  4. Imagina esse traste na presidência, a primeira medida será trocar a cor da nossa bandeira para vermelha e plástica obrigatória em toda a população para puxar os olhos.

  5. O calcinha apertada acha que policial militar é ignorante , basta divulgar para parentes e amigos que divulgarão nas redes sociais.
    Ninguém vai calar a voz do povo.
    Já imaginaram este traste na presidência da República ?

  6. Ou seja, o policial, protetor da sociedade, com amor à sua farda, é proibido de exaltar sua corporação e seu árduo (e perigoso) trabalho em suas redes. Parabéns ao Governo e ao Comando da Corporação, tá só ladeira a baixo. PCC agradece!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.