Saúde prevê vacinação de crianças com prescrição médica

O ministro Marcelo Queiroga disse que as vacinas não serão aplicadas de forma compulsória
-Publicidade-
A autorização deve sair a partir de 5 de janeiro, depois do final da consulta pública aberta pelo Ministério da Saúde
A autorização deve sair a partir de 5 de janeiro, depois do final da consulta pública aberta pelo Ministério da Saúde | Foto: Reprodução/Youtube

Na noite da quinta-feira 23, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que a pasta vai autorizar a vacinação contra a covid-19 para crianças de cinco a 11 anos. No entanto, será necessária prescrição médica e um termo de consentimento livre esclarecido.

“O documento que vai ao ar recomenda a vacina da Pfizer. Nossa recomendação é que não seja aplicado de forma compulsória. Essa vacina estará vinculada a prescrição médica, e a recomendação obedece às orientações da Anvisa”, disse Queiroga.

A autorização deve sair a partir de 5 de janeiro, depois do final da consulta pública aberta pelo Ministério da Saúde.

-Publicidade-

O ministro ainda ressaltou que outros países, como Estados Unidos e Alemanha, já utilizam o imunizante nesta faixa etária, mas que a “decisão final será dos pais”.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária autorizou, em 16 de dezembro, o uso do imunizante da Pfizer em crianças da faixa etária no Brasil.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. O certo é que teriam que proibir um crime desse. Mas é uma solução digamos, meia boca. Fica a criança com o pátrio poder dos pais para decidirem sobre a sua saúde, claro com orientação e supervisão de médicos. Repito: Não é a melhor solução, mas enfim, em vista dessas aberrações já é uma solução plausível. Agora fica uma interrogação: Se os pais forem irresponsáveis e irem de encontro com a recomendação do médico ou em caso oposto, como fica? Tem que ter a concordância das duas partes?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.