Revista Oeste - Eleições 2022

USP vai exigir comprovante de dose de reforço da vacina contra covid para matrícula

Alunos e funcionários serão obrigados a usar máscaras em locais fechados
-Publicidade-
Prédio da reitoria da USP | Foto: Cecília Bastos/USP Imagens
Prédio da reitoria da USP | Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

A Universidade de São Paulo (USP) vai exigir comprovante de dose de reforço da vacina contra a covid-19. O documento serve para efetivar a matrícula de alunos da graduação e pós-graduação no segundo semestre de 2022, informou a instituição, na segunda-feira 13. Além disso, todos os frequentadores da instituição serão obrigados a usar máscaras em ambientes fechados.

Em nota, a Comissão Assessora de Saúde da Reitoria da USP comunicou que a medida é necessária diante do “aumento de casos de contaminação da doença”. Os dados da USP sugerem quem em todo Estado, houve um aumento de 45% nas internações na primeira semana deste mês. Já o número de casos subiu cerca de 30% no mesmo período. O número de mortes caiu 26%.

“Esse aumento pôde ser constatado também no âmbito da USP, conforme notificações registradas nos sistemas corporativos”, ressalta trecho da nota da instituição. A reunião que definiu as regras ocorreu na sexta-feira 10.

-Publicidade-

Internamente, a USP recomenda a “não realização de eventos festivos, confraternizações, coffee breaks ou qualquer outro evento similar que estimule os participantes a retirar a máscara para ingestão de alimentos e, consequentemente, aumente a possibilidade de transmissão do vírus”.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.