Vereador Renato Freitas perde mandato na Câmara de Curitiba

Em 2020, petista foi eleito com pouco mais de 5 mil votos
-Publicidade-
O vereador Renato Freitas, durante invasão a templo em Curitiba - 07/02/2022 | Foto: Reprodução/Instagram
O vereador Renato Freitas, durante invasão a templo em Curitiba - 07/02/2022 | Foto: Reprodução/Instagram

Com 25 votos favoráveis e 5 contrários, o vereador de Curitiba Renato Freitas (PT-PR), 37 anos, perdeu o mandato nesta quarta-feira, 22. Os vereadores da Câmara Municipal da cidade (CM) aprovaram, no segundo turno de votação, o projeto de resolução que determina o fim do mandato de Freitas.

Eleito com pouco mais de 5 mil votos em 2020, esse era o primeiro mandato do vereador do PT, que é professor universitário e advogado. Além disso, Freitas era o líder da oposição na Câmara. Agora, Ana Júlia (PT-PR), vereadora suplente, será convocada para ocupar seu lugar.

O político respondia a um procedimento administrativo de quebra de decoro, acusado de invadir a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, em fevereiro deste ano. Freitas sempre negou a invasão.

-Publicidade-

A perda do mandato coloca em vigor a decisão da maioria dos integrantes do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, ainda em maio deste ano. O conselho indicou a cassação do vereador a partir de cinco representações contra Freitas.

Freitas e seu representante legal não estavam na sessão. Eles alegaram que não foram intimados de forma regular para comparecer ao local. Tico Kusma (Pros), presidente da Câmara, disse em plenário que a convocação do vereador seguiu a determinação do regimento interno.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.