Aneel anuncia bandeira tarifária mais cara que a vermelha 2

Serão adicionados R$ 14,20 às faturas para cada 100 quilowatts-hora consumidos
-Publicidade-
Conta de luz vai ficar ainda mais cara
Conta de luz vai ficar ainda mais cara | Foto: Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nesta terça-feira, 31, um novo patamar de bandeira tarifária para as contas de luz de todo o país. A “bandeira tarifária escassez hídrica”, como é chamada, deve entrar em vigor amanhã, quarta-feira, 1º de setembro. Serão adicionados R$ 14,20 às faturas para cada 100 quilowatts-hora consumidos.

De acordo com a agência, a previsão é que a tarifa permaneça em vigor até 30 de abril de 2022. A nova bandeira representa alta de 49,63% em relação à bandeira vermelha patamar 2, que até agora era a mais alta do sistema e estava em vigor nos últimos meses.

A Aneel e o governo federal informam ainda que a bandeira “escassez hídrica” provocará aumento de 6,78% na tarifa média da conta de luz dos consumidores regulados, os atendidos pelas distribuidoras.

-Publicidade-

O sistema de bandeiras tarifárias é uma cobrança adicional que sinaliza e repassa ao consumidor o custo da produção de energia.

Leia também: “Auxílio Brasil: o novo Bolsa Família”, artigo de Ubiratan Jorge Iorio publicado na Edição 74 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro