Arrecadação federal atinge novo patamar histórico com alta de 24,49%

Receita Federal aponta o aquecimento da economia brasileira como um dos motivos para o aumento no recolhimento de tributos
-Publicidade-
Arrecadação do governo federal volta a crescer com retomada da economia | Foto: Adriano Makoto Suzuki/Flickr

O governo federal arrecadou com impostos e outras receitas cerca de R$ 882 bilhões no primeiro semestre deste ano, o que representa uma alta real [sem considerar a inflação] de 24,49% em comparação ao mesmo período do ano passado. O resultado é recorde para a série histórica iniciada em 1995.

Leia também: “Governo federal projeta alta de R$ 2,47 bi na arrecadação em 2022” 

De acordo com a Receita Federal, a arrecadação registrou aumento nos últimos meses, por conta do crescimento da economia brasileira.

-Publicidade-
Evolução da arrecadação do governo federal no primeiro semestre de 2021 – valores em % | Fonte: Receita Federal

Além disso, em 2020, o governo adiou o pagamento de alguns tributos como PIS, Pasep e Cofins, o que baixou a arrecadação. Entretanto, como esses pagamentos não foram adiados este ano, houve alta comparativa na receita desses impostos.

Resultado mensal

Em junho, a arrecadação teve aumento real de 46,77% na comparação com o mês anterior e somou pouco mais de R$ 137 bilhões. Esse é o segundo maior resultado da série para meses de junho, perdendo apenas para o ano de 2011, quando as receitas federais somaram R$ 143,8 bilhões — em valor atualizado pela inflação.

Leia mais: “Pagadores de impostos financiarão até R$ 61,4 mil com lavanderia para apartamentos de senadores”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

  1. Esse “aquecimento” se deveu em maior parte a alta do dólar que adensou a arrecadação obtida com as exportações , cujos contratos feitos no passado na moeda estrangeira foram premiados com a alta exponencial da moeda estrangeira. Portanto, não há aquecimento algum com 14 milhões de desempregados, seria um paradoxo inexplicável. O agronegócio continua bancando os dados e também e tão importante: a alta da inflação projetou real crescimento da arrecadação com os preços dos produtos todos mais caros promovendo consequente aumento na arrecadação de impostos: preços mais altos significam maior valor arrecadado pelo percentual aplicado. 25% sobre 100 é obviamente maior que 25% sobre 50. Nada de crescimento. Absolutamente nada.

    1. Parabéns JR, foi uma aula de análise de economia, é que o texto fica parecendo que foi uma grande gestão do Paulo Guedes e o gado fica a aplaudir feito foca de aquário,onde mais de 14 milhões de desempregados e pelo menos 25 milhões de pessoas com insegurança alimentar. Que economia crescente é esta! O gado pastando na relva verdinha e os miseráveis catando lixo. Um salve ao superministro, falastrao. Onde empregada não pode ir para a Disney e o filho do porteiro não pode fazer faculdade. O Paulo Guedes que passou a vida inteira em universidade pública e fez mestrado com dinheiro público. Só a casta para se sustentar nessa economia e preços exorbitantes, evidentemente que teríamos uma alta na arrecadação de tributos. Só ignorante que não entende o mecanismo tributário. E fica a aplaudir. Tudo maravilhoso.

      1. Washington Oliveira
        seu jumentóide comedor de bosta! solta essas afirmações com meias verdades e velhas mentiras sem contextualizar e se acha um bonachão … seu beócio patético!

      2. Washington oliveira, não esquece de colocar na conta do PT os 14 milhões de desempregados e os 25 milhões de pessoas com insegurança alimentar só não é maior pra o Governo Federal promoveu o maior programa social de distribuição de renda da história do país, enquanto os governadores e Prefeitos da esquerdalha com o apoio irrestrito do ESSITÊEFIII promoveram a política do fecha tudo, levando milhares de empresas a falência e milhões de brasileiros ao desemprego, miséria, depressa e fome.
        Acorda otário, aqui tú não vai conseguir nenhum acéfalo da tua trupe p concordar contigo.

  2. Com um cenário global pessimista, há de se admitir a competência administrativa Federal, que nunca parou de lutar para que os número fossem objetivados, sempre na busca de novos caminhos e oportunidades, ou seja, absolutamente TUDO, em vistas das dificuldades enfrentadas neste governo!

  3. Acho que devo “apreciar com moderação”.

    Como se pode ver no comentário do JR, isso não deve ser tomado, a priori, como uma boa notícia. Todo mundo sabe que esses aumentos de arrecadação não retornam à população na mesma proporção. Se transforma em Fundão, Covidão, etc.

    Hoje, o que mais prospera aqui é o Agro, devido, principalmente, ao apetite da China. A exportação do Agro é a exportação da nossa água. Aquilo que se dizia que seria a nossa grande riqueza. O problema é que o Agro hoje é Tech, por isso não distribui renda como antigamente. Esse era o plano da esquerda ao criar, por exemplo, o império do Joesley. Uns poucos ganham e os cofres públicos ficam abarrotados de impostos para serem distribuídos entre os donos do poder, as oligarquias, as elites que se encastelam nas Universidades, os togados, os parasitas de estatais, etc. Tudo bem, não vamos esquecer o Auxilio Emergencial, o Bolsa Família, etc.
    Na outra ponta, os supermercados sentem uma queda de 10%, apesar da elevação dos preços. Isso significa que a população está consumindo menos, comendo menos. Isso apesar dos sucessivos recordes na produção de alimentos para alimentar melhor os… chineses.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site