Banco Central iguala limite máximo do Pix ao das TEDs

Na prática, correntistas devem movimentar um volume maior de dinheiro pelo novo sistema de pagamentos
-Publicidade-
Disponível 24 horas por dia, Pix já lidera em número de transferências
Disponível 24 horas por dia, Pix já lidera em número de transferências | Foto: Divulgação/Serpro

Desde a segunda-feira 1º, os limites máximos do Pix passaram a ser equivalentes aos das Transferências Eletrônicas Diretas (TEDs), graças a uma mudança promovida pelo Banco Central.

A partir dessa alteração, passa a valer o limite máximo do cartão de débito. Até então, as instituições financeiras estipulavam o teto para envio pelo Pix com base em um porcentual do limite diário e mensal para a TED ou para a compra no cartão de débito. As informações são da Agência Brasil.

-Publicidade-

Leia mais: Logo no primeiro mês, Pix movimentou R$ 83 bilhões

Com a decisão do BC, na prática, os correntistas devem movimentar um volume maior de dinheiro pelo Pix, sistema de pagamentos disponível 24 horas por dia.

As instituições financeiras seguem definindo os valores máximos de movimentação, como acontecia até então, baseadas no dia da semana, no horário e na titularidade da conta, para garantir a segurança da operação.

Ainda segundo o BC, os limites do Pix poderão ser gerenciados pelos clientes por meio do próprio aplicativo da instituição financeira. Hoje, isso só pode ser feito nos limites para a TED e o cartão de débito.

Com mais de três meses de operação integral, o Pix já alcançou a liderança no número de transferências realizadas em relação a outras modalidades, como TED e DOC.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.