Bancos renegociaram R$ 1,1 trilhão em empréstimos na pandemia

Nesse período já foram repactuados quase 19 milhões de contratos de acordo com a Febraban
-Publicidade-
Só em novembro do ano passado, com a realização do Mutirão Nacional de Negociação de Dívidas, 1,7 milhão de contratos foram repactuados
Só em novembro do ano passado, com a realização do Mutirão Nacional de Negociação de Dívidas, 1,7 milhão de contratos foram repactuados | Foto: Divulgação/Agência Brasil

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) divulgou que as instituições financeiras já renegociaram 18,7 milhões de contratos desde o início da pandemia. O volume financeiro é de R$ 1,1 trilhão. Só em novembro do ano passado, com a realização do Mutirão Nacional de Negociação de Dívidas, 1,7 milhão de contratos foram repactuados.

A Febraban afirma que as renegociações trazem alívio financeiro imediato para empresas e consumidores. Os acordos também contribuem para o controle da inadimplência do sistema bancário que, atualmente, está em 2,2%, um patamar historicamente baixo. Nos meses anteriores à crise, essa taxa superava 3%.

“A renegociação de dívidas mostra o foco dos bancos em seus clientes e em novembro também tivemos o papel importante de levar orientação financeira ao consumidor, que é fundamental para que ele evite o endividamento de risco, tenha mais informações sobre produtos e serviços bancários e melhore sua saúde financeira”, disse em nota Isaac Sidney, presidente da Febraban.

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.