Black Friday: tênis, perfume e fralda estão entre mais procurados

Além do preço baixo, consumidores avaliam custo do frete, qualidade dos produtos e confiança na loja ou aplicativo
-Publicidade-
Consumidores se preparam para a Black Friday, na sexta-feira 26
Consumidores se preparam para a Black Friday, na sexta-feira 26 | Foto: Reprodução

Às vésperas da Black Friday, programada para sexta-feira 26, os consumidores já estão pesquisando os produtos que desejam comprar. Segundo dados do Google, itens como tênis, perfumes, fraldas e monitores aparecem no topo da lista dos mais pesquisados.

Na semana entre os dias 7 e 13 de novembro, os produtos que apresentaram maior crescimento de buscas no Google em relação aos sete dias anteriores foram:

-Publicidade-
  • Tênis (+175%)
  • Perfume (+135%)
  • Monitor (+103%)
  • Fraldas (+102%)
  • Roupas (+90%)
  • Livros (+89%)
  • Cadeira gamer (+88%)
  • Smart TV (+86%)
  • Smartphone (+86%)
  • Celular (+86%)

No ano passado, em meio a um cenário mais crítico em relação à pandemia de covid-19, a Black Friday foi prejudicada por causa de uma série de restrições que ainda eram impostas ao comércio.

“Em 2021, as motivações por trás dos desejos misturam necessidade de renovação ou upgrade de equipamentos, com a consolidação dos laços com a casa e, ao mesmo tempo, a preparação para o retorno da vida social”, afirma Fernanda Bromfman, head de negócios do Google Brasil para pequenas e médias empresas.

Segundo ela, “as buscas por roupas ganharam relevância no desejo do consumidor, que está retomando sua vida social”. “Temos acompanhado que vestidos de festa têm apresentado um grande crescimento, assim como sapatos e roupas para academia”, diz a executiva.

Pesquisa

Um levantamento feito pelo Google, que ouviu mil pessoas, procurou entender como as marcas podem ajudar os consumidores a escolher o produto desejado. Entre as conclusões da pesquisa, estão as seguintes estratégias:

  • os varejistas devem oferecer descontos e preços mais baixos (31% dos entrevistados);
  • devem ser oferecidas mais possibilidades de parcelamento (20%);
  • devem ser oferecidos descontos progressivos que aumentam conforme o número de itens comprados (16%).

Ainda de acordo com o levantamento, os fatores que mais chamam a atenção do consumidor no momento da compra para a Black Friday, além do preço baixo, são:

  • custo do frete (34%);
  • qualidade dos produtos (34%);
  • confiança na loja/site/app (28%).

Com informações do G1

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.