Bradesco compra fatia do Banco do Brasil no Digio por R$ 625 milhões

Negócio ainda depende de aprovação do Banco Central e do Cade
-Publicidade-
Bradesco pretende diversificar sua atuação no mercado
Bradesco pretende diversificar sua atuação no mercado | Foto: Reprodução/Flickr

O Bradesco anunciou na última sexta-feira, 8, um acordo para a compra da participação de 49,99% do Banco do Brasil na instituição financeira Digio por R$ 625 milhões. Com isso, o Bradesco passará a deter 100% do capital social do banco digital.

O Digio possui carteira de crédito de R$ 2,5 bilhões, com aproximadamente 2 milhões de cartões. A empresa fornece serviços como abertura de conta, crédito pessoal, gratuidade em operações de TED e saque em caixas eletrônicos.

Em comunicado, o Bradesco informou que a aquisição faz parte da estratégia de investir em companhias digitais, com o objetivo de diversificar sua atuação e seu público.

-Publicidade-

Para ser concluída, a operação ainda depende de aprovação do Banco Central e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Leia também: “Bradesco registra lucro líquido de R$ 6,5 bilhões no primeiro trimestre”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.