Brasil abre 372 mil vagas de emprego em agosto, aponta Caged

Foi o oitavo mês consecutivo com a criação de postos de trabalho formal. No acumulado do ano, são 2,2 milhões de vagas abertas
-Publicidade-
O resultado de agosto foi puxado pelo setor de serviços, com 180 mil novas oportunidades | Foto: Divulgação/Agência Brasil
O resultado de agosto foi puxado pelo setor de serviços, com 180 mil novas oportunidades | Foto: Divulgação/Agência Brasil

O Brasil registrou em agosto a abertura líquida de 372 mil vagas de emprego com carteira assinada. O resultado é a diferença entre 1,8 milhão de contratações contra 1,4 milhão de demissões no período. O resultado é melhor do que o registrado no mesmo mês de 2020, quando foram criadas 242 mil vagas.

A geração de empregos foi puxada pelo setor de serviços, com 180 mil oportunidades. Os demais setores da economia também criaram postos de trabalho: comércio (77 mil), indústria (72 mil), construção (32 mil) e agricultura (9,2 mil).

No acumulado do ano (janeiro a agosto), o saldo de contratações é positivo em 2,2 milhões de vagas. No mesmo período do ano passado, sob efeito da pandemia, houve o fechamento de quase 850 mil postos formais.

-Publicidade-

Os dados fazem parte do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados e foram divulgados nesta quarta-feira, 29, pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

Leia também: “Multinacional argentina investirá R$ 40 milhões no agro brasileiro”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.