China proíbe transações com criptomoedas

Autoridade monetária do país diz que moedas digitais não são reais
-Publicidade-
PBoC emitiu alerta sobre alto nível de especulação
PBoC emitiu alerta sobre alto nível de especulação | Foto: MichaelWuensch/Pixabay

Nesta quarta-feira, 19, o Banco do Povo da China (PBoC) — similar chinês ao Banco Central do Brasil — emitiu um alerta sobre o alto nível de especulações das criptomoedas e proibiu as transações feitas com a divisa. De acordo com a instituição, as moedas digitais não podem ser utilizadas como forma de pagamento porque não são reais.

Leia também: “Após declarações de Musk, bitcoin registra 2ª maior queda na história”

“No final da tarde de ontem na Ásia, o PBoC emitiu um alerta sobre uma recuperação na especulação em moedas virtuais”, disse hoje Jeffrey Halley, analista de mercado sênior de uma corretora de alcance global. “A China anunciou que as instituições financeiras e de pagamento estão proibidas de precificar ou conduzir negócios em moedas virtuais. A história não ganhou muita força durante a noite, mas parece estar ganhando força esta manhã.”

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro