CNC: Turismo movimentou R$ 238,6 bilhões no Brasil em 2019, melhor desempenho desde 2017

Cerca de 35.692 novos postos de trabalho foram criados no setor em 2019 (alta de 163,6% em relação às vagas surgidas em 2018) A Confederação Nacional do Comércio (CNC) divulgou…
-Publicidade-

Cerca de 35.692 novos postos de trabalho foram criados no setor em 2019 (alta de 163,6% em relação às vagas surgidas em 2018)

A Confederação Nacional do Comércio (CNC) divulgou nesta sexta-feira, 6, um relatório que traz boas notícias: o turismo brasileiro apresentou os melhores resultados desde 2017, com aumento de 2,2% no faturamento real ante o ano anterior, totalizando R$ 238,6 bilhões (acréscimo de R$ 5,1 bilhões)

-Publicidade-

Ademais, 35.692 novos postos de trabalho foram criados no setor em 2019 (alta de 163,6% em relação às vagas surgidas em 2018).

Cenário animador

Os resultados positivos se devem ao fato de, no ano passado, todos os segmentos de serviços turísticos indicarem aumento de vendas em relação a 2018. Transporte de passageiros (5,3%) foi o que apresentou a maior elevação, seguido de Hotéis e Similares (3,3%).

O Sudeste se destacou no faturamento do país, com vendas no montante de R$ 147 bilhões. A região respondeu por 61,6% do faturamento do setor turístico no ano passado, seguida pelo Sul (15,9%) e pelo Nordeste (12,6%). O Estado de São Paulo liderou, respondendo por 40,5% do faturamento geral.

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG), os números reforçam a importância do setor como um dos principais ativos econômicos do país. “Os resultados alcançados apenas reafirmam todo o potencial para geração de empregos e renda do nosso segmento”, afirmou.

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, explica que o setor de turismo acompanhou, no ano passado, a gradual recuperação da economia do país. “Como previsto, o faturamento do turismo acompanhou os indicativos de alta em 2019, em sinergia com a performance esperada para a economia”, avalia.

Os consumidores têm optado por refeições fora de casa, deslocamentos em viagens e serviços de hospedagem, de acordo com o ICV-Tur CNC. Juntos, os segmentos de Restaurantes e Similares (53,3%), Transporte de Passageiros (26%) e de Hospedagem e Similares (11%) foram responsáveis por 90% das vendas turísticas, com valor em torno de R$ 216 bilhões.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site