CNI aumenta estimativa de crescimento econômico para 4,9%

Em março, instituição previa expansão de 3% para a atividade produtiva
-Publicidade-
Os efeitos da segunda onda da pandemia sobre a produção nacional foram menores do que se esperava
Os efeitos da segunda onda da pandemia sobre a produção nacional foram menores do que se esperava | Foto: Reprodução/IBGE

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) revisou sua estimativa para o crescimento da economia em 2021. Em março, a previsão indicava alta de 3%. O número divulgado pela instituição nesta sexta-feira, 2, aponta para o aumento de 4,9% na atividade produtiva. A nova projeção alterou a expectativa de expansão para o setor industrial de 4,3% para 6,9%.

Leia também: “Produção industrial cresce 24% em maio”

De acordo com a CNI, os números foram revistos porque os efeitos da segunda onda da pandemia sobre a produção nacional foram menores do que se esperava. “O maior otimismo, compartilhado pelos empresários industriais, decorre da queda na atividade menor que a esperada em resposta às novas medidas de isolamento social”, informa a entidade em comunicado.

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site