Com 16 reajustes, preço da gasolina fecha o ano com aumento de 46%

Dados são da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis
-Publicidade-
O combustível fechou o ano com um preço médio de R$ 6,67
O combustível fechou o ano com um preço médio de R$ 6,67 | Foto: Pedro França/Agência Senado

O preço da gasolina subiu 46% em 2021 nos postos de combustíveis.

Segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), o combustível fechou o ano com um preço médio de R$ 6,67. Em janeiro do ano passado, o valor nos postos girava em torno de R$ 4,60.

O diesel também teve alta semelhante. Passou de R$ 3,60 para R$ 5,30, alta de 47%.

-Publicidade-

Dados da ANP mostram que, em dezembro, os preços da gasolina flutuaram entre R$ 5,20 e R$ 7,90. Já o diesel, oscilou entre R$ 4 e R$ 6,90.

O etanol teve alta de 59%.

Saiu de um preço médio de R$ 3,20 em janeiro de 2021 e passou para R$ 5,10 em dezembro.

Desde o início de 2021, a Petrobras reajustou o preço da gasolina 16 vezes (sendo cinco reduções) e do diesel, 12 vezes (sendo três reduções).

Reajuste nas refinarias

Nas refinarias, o reajuste acumulado da gasolina, entre aumentos e reduções, foi de 68,6%. No caso do diesel, 64,7%.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. Óbvio que a Petrobras é economia mista, inclusive eu sou um acionista, que recebi 648 reais de dividendos porque a empresa, vendendo a gasolina a esse preço absurdo não tem como não dar lucro. Aplausos para os capitalistas sem uma PETR3 que torcem pelo aumento do combustível

  2. Peço a revista oeste que oriente os leitores e os consumidores de gasolina, como é a composição do preço cobrado nas bombas da gasolina comum. Basta ver o site da Petrobras e sabendo ler, vamos entender que na mais recente pesquisa de preços nas bombas de 26/12/21 a 01/01/22, o preço médio de R$6.63 é assim composto:
    gasolina A (Petrobras)=R$2,26; Álcool anidro (USINEIROS)=R$1,04; ICMS(Governadores) =R$1,77; Imp.Fed.(Bolsonaro) = R$0,69; Distr./Rev.(serviços privados) =R$0,87.
    O site informa ainda que a gasolina comum é composta por 73% de gasolina A + 27% de álcool anidro, portanto o preço por litro desses combustíveis é: gasolina A R$2,26/0,73=R$3,10 e o álcool anidro R$1,04/0,27=R$3,85. Confesso que não sabia que o preço do litro do álcool é maior do que o de gasolina A, logo, se a composição fosse 50/50 a gasolina comum nas bombas estaria muito mais cara.
    Agora vem o campeão da inflação dos combustíveis, o ICMS, que sem nada produzir, representa 78,3% do valor da gasolina A.
    Portanto, porque o insistente comentário dos meios de comunicação atribuindo a Petrobras a responsabilidade pela inflação dos combustíveis? Dá para entender o valor atribuido a distribuição/revenda(serviços privados) de R$0,87?

    1. Veja que interessante, que vc mesmo escreveu a Petrobras cobra 2,26 por 700ML de gasolina, pois o restante vc pagará por fora para completar com álcool. Assim, se a Petrobras te vendesse 1 litro, ela cobraria aproximadamente 4 reais pelo litro. E a própria reportagem diz que a PETROBRAS aumentou quase 70% na refinaria,obviamente gerando efeito cascata na base de tributação., estadodos, municípios e o PT absorve parte desse aumento ESDRÚXULO e aumenta apenas 48%, Espero ter trazido informações relevante para re tirar das trevas da ignorância

      1. Sr. Gilmar, não entendi qual a sua preocupação com o que escrevi para a revista oeste, e fiquei surpreso quando o senhor conclui que “espero ter trazido informações relevante para re (te) tirar das trevas da ignorância.
        Concluo que o senhor não entendeu o que eu quis demonstrar com o valor arrecadado por cada participante na composição do preço nas bombas do combustível gasolina comum. Curioso também nada falar sobre o absurdo valor que os governadores arrecadam com o ICMS que nada produz e representa 78,3% do valor do PRODUTO ACABADO gasolina A cobrado Petrobras, e nada falar sobre o preço por litro do álcool anidro superior ao da gasolina A, e do elevado valor de serviços privados cobrados pela distribuição e revenda. Lembro ainda que se a Petrobras me vendesse um litro de gasolina A ela não custaria R$4,00 mas sim R$3,10 conforme escrevi no texto.

    2. Antônio, vou tentar ser mais didático. Me acompanha com informações que aduzo que conheças, pois vc mesmo as colocou no texto

      Gasolina, 1 litro 3,10$
      Impostos para o bolso do bozo 0.69$.

      Parte atual do governo, 3, 79$

      Antes do aumento era 2,20$

      Ou seja, ele, na mão grande está levando 1,59 a mais, que é quase a mesma coisa que o iCMS, que convenhamos, e pago há décadas, inclusive quando a gasolina era 3,00 em 2014
      .
      Até ano passado, conforme diz o jornalista era 68% menos que isso. Sendo que a parte dos governadores é, como vc disse, 1,77. Ou seja,o governo esta metendo a mão bonito no seu bolso, e vc aplaude. O que eu te disse, qualquer pessoa poderia deduzir, olhando os dados. O melhor jeito do asno diminuir o montante de iCMS cobrado é diminuir a a base de cálculo. Joga a gasolina na refinaria a 50 centavos só para foder os governadores, vai.

      1. Mas quem te disse que a Petrobras é GOVERNO FEDERAL? Petrobras é uma empresa de economia mista e portanto tem milhões de investidores como eu que foram ASSALTADOS pelos governos anteriores que diziam que a Petrobras é do povo brasileiro. Eu afirmo que a Petrobras era do POVO DO PT. Não é mais, acabou a safadeza.

  3. O aumento na bomba foi de 46%, na refinarias foi de 68%. Ué, não era ao contrário, não era os estados, municípios, STF, PT, o calcinha apertada que onerava o preço dos combustíveis ?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.