Com ‘boom’ de commodities, Brasil deve fechar contas externas no azul após 14 anos

País se destaca na exportação de soja, milho, minério e petróleo
-Publicidade-
Colheita de soja em Tangará da Serra (MT) | Foto: Alex Silva/Estadão Conteúdo
Colheita de soja em Tangará da Serra (MT) | Foto: Alex Silva/Estadão Conteúdo

As contas externas do Brasil em 2021 devem voltar a fechar no azul após 14 anos. O motivo está no “boom” das commodities no mercado internacional. O peso destes produtos nas exportações brasileiras é crescente, passando de 53% do total embarcado em 2019 para 57% no ano passado.

Segundo o Banco Central, depois de um rombo de US$ 12,5 bilhões no ano passado – já considerado baixo para os padrões brasileiros – a estimativa é de saldo positivo de US$ 2 bilhões em 2021, o primeiro superávit desde 2007. O último resultado positivo foi em 2003 em outro boom global das commodities, quando o Brasil registrou superávits por cinco anos consecutivos.

-Publicidade-

Leia mais: “‘Viramos zumbis empresariais. Estamos como mortos-vivos’, diz presidente de associação de bares e restaurantes”

Até o fim do ano passado, o banco previa um novo déficit de US$ 19 bilhões nas contas externas para 2021. Mas, com o aumento nos preços das commodities que o Brasil produz, a instituição refez os cálculos. O Brasil se destaca, por exemplo, na exportação de soja, milho, minério e petróleo.

A conta externas englobam todos os negócios do Brasil com o exterior. Com a estimativa de que as outras variáveis permaneçam praticamente estáveis, a grande diferença veio na projeção para a balança comercial em 2021, que passou de superávit de US$ 53 bilhões para US$ 70 bilhões.

Se o valor da balança comercial se confirmar, será o maior da história para o saldo comercial medido pelo BC. Pelas contas da instituição, somente as exportações devem alcançar US$ 256 bilhões este ano, superando o recorde de US$ 253,185 bilhões de 2011.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comments

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site