Conselho Monetário Nacional eleva liquidez no mercado

Medida possui o objetivo de assegurar a liquidez de instituições financeiras pequenas em meio à pandemia do coronavírus.
-Publicidade-
Notas de Real
Foto: Joel Santana/Pixabay
Notas de Real Foto: Joel Santana/Pixabay | Notas de Real

Medida elevou de R$ 20 milhões para R$ 40 milhões o valor máximo do Depósitos a Prazo com Garantia Especial segurado pelo Fundo Garantidor do Crédito

Notas de Real
Notas de Real
Foto: Joel Santana/Pixabay

Por meio da Resolução 4.799, o Conselho Monetário Nacional (CMN) deu autorização para que o Fundo Garantidor do Crédito (FGC) eleve o valor dos Depósitos a Prazo com Garantia Especial (DPGE).

-Publicidade-

Na prática, isso significa que o CMN está aumentando a liquidez disponível no Sistema Financeiro Nacional, ao garantir uma maior quantidade de dinheiro disponível ao mercado. Essa mudança elevou de R$ 20 milhões para R$ 40 milhões o valor máximo de crédito para cada pessoa segurado pelo FGC.

O DPGE é um mecanismo para assegurar a liquidez de instituições financeiras pequenas e médias através de depósito a prazo com garantia do FGC.

Essa modificação, de acordo com o comunicado do Banco Central, possui o objetivo de assegurar a capacidade de fluxo do Sistema Financeiro Nacional “em momento de maior aversão a risco no contexto atual de incertezas quanto ao desdobramento da crise de saúde pública de importância internacional relacionada à covid-19”.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.