Defesa solicita R$ 410 milhões para combater desmatamento

Governo quer financiar os militares que atuam contra queimadas e outros atos ilegais na Amazônia
-Publicidade-
Militares atuam no combate à ilegalidades na Amazônia | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL
Militares atuam no combate à ilegalidades na Amazônia | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL | Militares atuam no combate à ilegalidades na Amazônia | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Governo quer financiar os militares que atuam contra queimadas e outros atos ilegais na Amazônia

defesa
Militares atuam no combate à ilegalidades na Amazônia | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

O governo enviou ontem ao Congresso Nacional um pedido para liberar créditos no valor de R$ 410 milhões para o Ministério da Defesa. Objetiva-se, com a quantia, financiar as operações de Garantia da Lei e da Ordem na Amazônia, a fim de combater o desmatamento ilegal e focos de incêndios.

-Publicidade-

Leia também: Brasil está pronto para iniciar a regularização fundiária

Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro estendeu até 9 de novembro a ação das Forças Armadas na região. Além disso, na terça-feira 14, o vice-presidente Hamilton Mourão antecipou que o pedido do aporte financeiro para a Defesa seria feito aos parlamentares.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.