Revista Oeste - Eleições 2022

Desemprego nos EUA cai em março e fica perto de nível pré-pandemia

Segundo números do governo Biden, cerca de 6 milhões de trabalhadores estão sem trabalho atualmente
-Publicidade-
Economia norte-americana mostra sinais de recuperação com queda do desemprego
Economia norte-americana mostra sinais de recuperação com queda do desemprego | Foto: Reprodução/Pexels

O governo dos EUA anunciou nesta sexta-feira, 1º, que o nível de desemprego no país caiu para 3,6% em março. Este nível se aproxima do patamar registrado antes da pandemia do coronavírus.

Segundo os números oficiais, os Estados Unidos criaram 431 mil empregos durante março, com 6 milhões de desempregados. Desta forma, o país ficou próximo da taxa de desocupação de 3,5%, registrada em fevereiro de 2020 (5,7 milhões), antes dos desdobramentos econômicos impostos pela crise da covid-19.

“Acabamos de saber que o desemprego caiu para 3,6% em março. Nossa economia criou 431 mil empregos”, comemorou o presidente norte-americano, Joe Biden, nas redes sociais.

-Publicidade-

“Esta é uma recuperação histórica. Os norte-americanos estão de volta ao trabalho”, acrescentou.

Segundo números do governo, o emprego apresentou crescimento em março em setores como lazer e hospitalidade, com destaque para bares e restaurantes, com 112 mil novos postos de trabalho. Indústria, construção e o setor financeiro também tiveram um mês positivo, informaram as autoridades federais.

O desempenho de março consolida um primeiro trimestre de retomada econômica. O presidente Joe Biden vai fazer um pronunciamento oficial sobre os números do desemprego nos EUA ainda nesta sexta-feira.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.