Economia brasileira se recupera mais rápido

Em relação a outras crises, participação da iniciativa privada nessa retomada aumentou, enquanto a do setor público diminuiu
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Flickr
Foto: Divulgação/Flickr

A economia brasileira tem retomado seu crescimento mais rápido do que em crises anteriores. Esse fato foi verificado pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia, em documento divulgado nesta terça-feira, 27. A recuperação tem ocorrido com menor participação de bancos públicos. Em contrapartida, o investimento privado está maior.

Leia mais: “FMI revisa para cima projeção para o PIB do Brasil: 5,3% em 2021”

O documento mostra que, se até 2013 o investimento era, em sua maioria, financiado com recursos públicos, hoje, tem o setor privado como o principal financiador. “Não se devem comparar taxas de investimento, que naquela época eram mais altas que hoje, mas, sim, a qualidade desse investimento, que é melhor atualmente, pois os recursos, através de decisões do setor privado, buscam onde este é mais eficiente e não mais para onde o Estado determina”, informa a nota.

-Publicidade-

Leia também: “Brasil tem superávit de US$ 2,8 bilhões nas contas externas de junho”

Além disso, os técnicos dizem que a política econômica tem criado condições para a retomada mais rápida e sustentável, diante do avanço de reformas estruturais.

 

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro