Entenda o novo saque do FGTS

 Caixa Econômica Federal será a responsável por organizar e divulgar o cronograma dos pagamentos.
-Publicidade-

Caixa Econômica divulgará cronograma dos pagamentos

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

No fim da noite de ontem, o governo publicou uma medida provisória (MP) que libera o saque de até R$ 1.045 por trabalhador em contas ativas e inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) no período entre 15 de junho e 31 de dezembro.

-Publicidade-

A MP foi publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira, 8.

A Caixa Econômica Federal será a responsável por organizar e divulgar o cronograma dos pagamentos.

Se o titular tiver mais mais de uma conta vinculada, o saque poderá ser feito nesta ordem:

1. Contas vinculadas relativas a contratos de trabalho extintos, com início por aquela que tiver o menor saldo.

2. Demais contas vinculadas, com início por aquela que tiver o menor saldo.

O recolhimento do FGTS funciona da seguinte maneira: no início de cada mês, os empregadores depositam em contas abertas na Caixa, em nome dos empregados, o valor correspondente a 8% do salário do funcionário.

O valor arrecadado é utilizado em gastos públicos, como saneamento, habitação e infraestrutura urbana, ou seja, uma intervenção do Estado no que produzimos e deveríamos empregar conforme nossas  escolhas.

Por fim, o FGTS pertence ao trabalhador e deve ficar com ele, especialmente em momentos de crise como o que vivemos.

Espera-se que essa medida seja ampliada e vista como positiva no futuro, até que o Estado permita que o trabalhador tenha acesso a todo o dinheiro que lhe pertence.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.